Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Sandy e Junior: Justiça do DF suspende decisão que obrigava empresa a detalhar venda de ingressos

Ação foi movida por fãs que não conseguiram comprar bilhetes. Desembargadora aceitou tese de que haveria risco de violação ao sigilo de dados dos consumidores.

 
 -   / - G1  / FolhaMT
/ - G1 / FolhaMT / - G1 / FolhaMT

A Justiça do Distrito Federal suspendeu a decisão que obrigava as empresas Live Nation Brasil e Empresa Brasileira de Comercialização de Ingressos a apresentarem um relatório completo sobre a venda de bilhetes para os shows de Sandy e Junior em todo Brasil. A sentença foi divulgada nesta terça-feira (9).

Com a medida, os donos das empresas não vão mais precisar informar a quantidade total de ingressos vendidos e nem detalhar o número de bilhetes comprados por cada consumidor. Cabe recurso.

A ação foi movida pela advogada Ariadne Martins, de 29 anos. Ao G1, a brasiliense disse ser "apaixonada pela dupla, mas, ainda mais por justiça". Até a publicação dessa reportagem, ela não tinha sido notificada da decisão, mas disse que vai recorrer.

"Meu propósito foi fazer algo justo para consumidores e não só por ser fã de Sandy e Junior."

Sandy e Junior — Foto: Divulgação Sandy e Junior — Foto: Divulgação

Sandy e Junior — Foto: Divulgação

Sigilo de dados

No entendimento da desembargadora Ana Maria Catarino, a liminar que obrigava as empresas a prestar esclarecimentos, tornaria público os dados de consumidores. A magistrada considerou ser "mais prudente" dar proteção e sigilo às informações de terceiros.

Além disso, a desembargadora acatou o pedido da defesa das empresas citadas e considerou que apenas órgãos como o Ministério Público e entidades como a União, os estados e municípios teriam legitimidade para mover a ação.

O processo

Na ação enviada à Justiça, a fã da dupla Sandy e Junior pediu à Corte que cancelasse as compras que infringiram a regra da venda de ingressos em shows e recolocasse os bilhetes à venda. De acordo com o regulamento, só é permitida a compra de até seis entradas inteiras e de duas meias por CPF.

O juiz, no entanto, afirmou que, no momento, não atenderia ao pedido de cancelamento por não considerar adequada uma determinação do tipo sem antes obter informações suficientes sobre o caso. Por isso, pediu o relatório às empresas responsáveis pelo evento e pela comercialização dos ingressos.

Em Brasília, o valor dos ingressos varia de R$ 260 a R$ 520 a inteira. No resto do país, as entradas foram anunciadas com valores entre R$ 70 e R$ 3.200.

Venda em Brasília

Fãs fazem fila no Centro de Convenções para compra de ingressos para show de Sandy e Junior — Foto: Marília Marques Fãs fazem fila no Centro de Convenções para compra de ingressos para show de Sandy e Junior — Foto: Marília Marques

Fãs fazem fila no Centro de Convenções para compra de ingressos para show de Sandy e Junior — Foto: Marília Marques

A venda presencial dos ingressos na capital federal durou pouco mais de duas horas. Na sexta-feira (22), quando os guichês foram abertos, o G1 foi até o Centro de Convenções – onde os bilhetes eram comercializados.

No local, fãs reclamaram da presença de cambistas e de mulheres com crianças no colo que usavam o benefício do atendimento preferencial.

Turnê

A turnê da dupla foi lançada no dia 13 de março. O evento celebra os 30 anos de carreira dos irmãos, que resolveram percorrer parte do Brasil lembrando os antigos sucessos.

As apresentações acontecem ao longo do segundo semestre de 2019. O show em Brasília está marcado para o dia 20 de julho.

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE