Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Comida di Buteco 2019 é lançado em Belém

Vinte botecos disputam para conquistar o título de melhor petisco do estado e do país.

 
 -   / - G1  / FolhaPA
/ - G1 / FolhaPA / - G1 / FolhaPA

Foi lançado nesta segunda-feira (8), em um hotel de Belém, o concurso Comida di Buteco 2019. Realizado há vinte anos, a disputa está de volta trazendo novidades, em especial na capital paraense que já é uma das referências nacionais. Vinte botecos disputam para conquistar o título de melhor petisco do estado e do país. O evento tem apoio da Rede Liberal.

A disputa segue de 12 de abril a 5 de maio, período em que os botequeiros poderão eleger o vencedor e representante estadual para competir nacionalmente.

A apresentação contou com botecos participantes, que levaram os petiscos preparados exclusivamente para esta 20ª edição. Este ano, todas as receitas terão preço fixo de R$20.

Entre os mais esperados da noite foi a Confraria do Fraga, atual campeã. "É uma satisfação enorme poder ostentar o título de melhor no Pará e segundo melhor do país, batemos na trave, mas este ano tudo sairá perfeito e teremos um desempenho ainda melhor, o petisco está irresistível", comentou Eudes Fraga.

Nesses vinte anos, o Comida di Buteco alcançou 21 cidades brasileiras, com 5.163 botecos participantes, mais de 4 milhões de votos e mais de 3 milhões de petiscos vendidos.

Concurso

Raul Moraes, do boteco Espeto do Raul 2 - O despertar da fome, um dos participantes. — Foto: Divulgação / Wesley Santos Raul Moraes, do boteco Espeto do Raul 2 - O despertar da fome, um dos participantes. — Foto: Divulgação / Wesley Santos

Raul Moraes, do boteco Espeto do Raul 2 - O despertar da fome, um dos participantes. — Foto: Divulgação / Wesley Santos

Na primeira etapa, em cada uma das cidades, os butecos pré-selecionados apresentam petiscos criados. O público e um corpo de jurados visita, vota e elege o campeão, avaliando quatro categorias, sendo elas petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida. O petisco leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%.

Valorização

Para o coordenador regional, Elmo Santos, o concurso já se tornou um grande movimento nacional de valorização da cultura de boteco e cozinha de raiz. "Ele (o concurso) é, propositalmente, realizado simultaneamente e na mesma época do ano em todas as cidades, num esforço de demarcação do mês de abril e, assim, dar importância à esse ícone da sociabilidade brasileira, que é o boteco", comentou.

O Comida di Buteco é viabilizado com investimento de empresas que acreditam na causa do evento. Os participantes não pagam para participar nem são obrigados a consumir produtos dos apoiadores.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE