Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Jovens realizam coleta de lixo e dão orientações sobre destinação correta de resíduos sólidos

Uma ação de educação ambiental envolveu 19 alunos de curso técnico e uma professora na Praça Tiradentes e no porto próximo a ela.

 

Alunos do curso técnico em Segurança do Trabalho realizaram uma ação de educação ambiental na praça Tiradentes e no porto improvisado próximo a ela, na manhã deste domingo (10). Eles coletaram aproximadamente 18 sacos de lixos e repassaram orientações para passageiros de embarcações, trabalhadores e para a população em geral sobre a importância da destinação correta dos resíduos sólidos. Panfletos foram distribuídos.

A ação envolveu 19 alunos do Centro de Educação Profissional Esperança (Cepes) e a professora Renata Hipólito, que ministra a disciplina Gestão Ambiental na instituição. A turma, após coletar o lixo, fez a separação correta dos resíduos orgânicos e inorgânicos. De acordo com a professora, a ação teve um resultado além do esperado, pois algumas pessoas que passavam pelo local até quiseram ajudar a equipe.

“A população recebeu muito bem. Tiveram pessoas que até nos ajudaram a recolher os lixos. Falaram que quando se tem uma iniciativa, as pessoas acabam seguindo. Sabemos que a educação ambiental é um trabalho de formiguinha e contínuo. Não tem como fazermos diariamente, mas é bom de vez em quando fazer essa sensibilização”, ressaltou.

Alunos realizam limpeza de lixos em frente a cidade de Santarém  — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal Alunos realizam limpeza de lixos em frente a cidade de Santarém  — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal

Alunos realizam limpeza de lixos em frente a cidade de Santarém — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal

A aluna Michelle Braga, que participou da ação, destacou que as pessoas ouviram atentas as orientações. Ela contou que a quantidade de lixos que ficam em frente a cidade de Santarém é muito grande, e que as atitudes das pessoas precisam mudar.

“Coletamos garrafas pets, copos descartáveis, materiais orgânicos, recicláveis. Ali na frente de Santarém, onde chega embarcação de vários lugares, realmente havia muito lixo, mas quisemos conscientizar as pessoas sobre como destinar o lixo que elas produzem. [...] Fomos recebidos muito bem, tivemos apoio das pessoas e elas ouviram o que tínhamos para falar, sobre onde o lixo ia parar e a ação social que existe em Santarém para os resíduos”, explicou.

Alunos promovem ação de educação ambiental e orientam passageiros de embarcações sobre descarte de resíduos sólidos — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal Alunos promovem ação de educação ambiental e orientam passageiros de embarcações sobre descarte de resíduos sólidos — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal

Alunos promovem ação de educação ambiental e orientam passageiros de embarcações sobre descarte de resíduos sólidos — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal

A turma esclareceu sobre as consequências que a má destinação dos resíduos sólidos podem trazer para a saúde das pessoas e do meio ambiente.

A poluição pelo plástico, por exemplo, afeta a qualidade do ar, do solo e sistemas de fornecimento de água, já que o material absorve diversas toxinas e pode levar até 100 anos para se decompor na natureza. No ranking dos maiores poluidores do planeta, o Brasil aparece em 4º lugar lugar quanto a produção de lixo plástico e é um dos menos recicla este tipo de lixo: apenas 1,2% é reciclado, ou seja, 145.043 toneladas.

A destinação ambientalmente correta dos resíduos é fundamental. Ela inclui a reutilização, reciclagem, compostagem, recuperação e o aproveitamento energético ou outras destinações. O banimento de canudinhos e descartáveis são boas iniciativas. As empresas também precisam promover iniciativas e serem responsáveis pelo que produzem durante todo o ciclo de vida.

Alunos coletam e separam corretamente resíduos sólidos na orla de Santarém — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal Alunos coletam e separam corretamente resíduos sólidos na orla de Santarém — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal

Alunos coletam e separam corretamente resíduos sólidos na orla de Santarém — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal

Ação de educação ambiental envolveu 19 alunos e uma professora — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal Ação de educação ambiental envolveu 19 alunos e uma professora — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal

Ação de educação ambiental envolveu 19 alunos e uma professora — Foto: Renata Hipólito/Arquivo pessoal

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE