Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Chris Pratt responde críticas por frequentar igreja considerada anti-LGBT: '''Todos têm direito de amar'''

Atriz Ellen Page foi uma das que questionou o intérprete do Senhor das Estrelas enquanto ele era entrevistado no programa do Stephen Colbert.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

Chris Pratt usou seu Instagram para responder as críticas que recebeu por frequentar uma igreja considerada anti-LGBT. Na última semana, o ator esteve no programa do Stephen Colbert para divulgar o longa “Uma Aventura Lego 2” e falou sobre seu lado religioso.

A atriz Ellen Page foi uma das que criticou o ator com um post no Twitter, replicando a entrevista e comentando: “Ok. Mas a igreja dele é vergonhosamente anti-LGBT, então talvez ele se refira a isso também?”.

Ela também escreveu: “Se você é um ator famoso e pertence a uma organização que odeia um determinado grupo de pessoas, não se surpreenda se alguém simplesmente se perguntar por que isso não foi citado. Ser anti-LGBTQ é errado, não há dois lados. O dano causado é grave. Ponto final. Enviando amor a todos”.

No Stories do Instagram, o ator fez um longo texto, afirmando que “nenhuma igreja define minha vida” e citando todo o apoio recebido em sua comunidade durante o divórcio. Em 2017, o ator de Anna Faris oficializaram a separação.

"Recentemente, foi sugerido que pertenço a uma igreja que 'odeia certos grupos de pessoas'. Nada poderia ser tão distante da verdade. Eu vou a uma igreja que abre suas portas para absolutamente todo mundo”, iniciou o intérprete do Senhor das Estrelas em Guardiões da Galáxias.

“Apesar do que a Bíblia diz sobre o divórcio, minha comunidade da igreja me apoiou a cada passo, nunca julgando, apenas graciosamente me acompanhando na minha caminhada.

"Eles me ajudaram tremendamente, oferecendo amor e apoio. É o que eu tenho visto que eles fazem pelos outros em inúmeras ocasiões, independentemente da orientação sexual, raça ou sexo. Minha fé é importante para mim, mas nenhuma igreja me define ou define a minha vida, e eu não sou porta-voz de nenhuma igreja ou grupo de pessoas. Meus valores definem quem eu sou", seguiu o ator.

"Precisamos de menos ódio neste mundo, não mais. Eu sou um homem que acredita que todos têm o direito de amar o que quiserem livres de qualquer julgamento. Jesus disse: ‘Eu te dou um novo comando, ame um ao outro’. Isso é o que me guia na minha vida. Ele é um Deus de amor, aceitação e perdão. O ódio não tem lugar no meu ou neste mundo", concluiu Pratt.

Chris Pratt respnde críticas por frequentar igreja anti-LGBT — Foto: Reprodução/Instagram Chris Pratt respnde críticas por frequentar igreja anti-LGBT — Foto: Reprodução/Instagram

Chris Pratt respnde críticas por frequentar igreja anti-LGBT — Foto: Reprodução/Instagram

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE