Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Lana Del Rey, Simone amp; Simaria, Sam Smith e Zé Neto amp; Cristiano: semana de sofrência no G1 Ouviu

Programa em VÍDEO do G1 mostra e comenta lançamentos musicais, com melancolia inspirada de Lana e martírio amoroso e gramatical de Zé Neto Cristiano.

 

O G1 Ouviu, programa com novidades musicais da semana, tem melancolia e tentativa de superação, que vai de cantoras dos EUA a sertanejos do Brasil. ASSISTA ACIMA.

  • Ouça também a versão em podcast do G1 Ouviu.
  • Veja playlist com todos os programas.

Lana Del Rey - 'hope is a dangerous thing for a woman like me to have - but i have it'

É a 3ª música já lançada do disco "Norman Fucking Rockwell", que deve sair em março. É confessional, só na voz e no pianinho bem leve, quase à capella. A letra passa pela vida íntima, adolescência e relação com pai. E faz referência a uma revolução feminina na qual ela não conseguiu se encaixar por causa dos "monstros que ela guarda embaixo da cama". É uma Lana sincera, menos afetada e mais segura. O disco promete.

Simone & Simaria e Ludmila - 'Qualidade de Vida'

O pop brasileiro está na onda dos crossovers, estilo que parece juntar vários pedaços de música em uma canção só. Começa funk melódico bem Ludmila, cai para um forronejo típico Simone e Simaria, volta para o funk mais acelerado e termina com um refrão meio canto de torcida. Pode virar hit, mas o pop nacional merece algo menos mambembe.

Zé Neto & Cristiano - 'Estado decadente'

A dupla mais tocada do Brasil atualmente segue firme no tamborzinho suave da bachata sertaneja. A faixa está no novo EP com 5 músicas e um título sincero: “Acústico de novo”. A letra sobre o cara bebendo no vazio do apartamento remete ao clássico "Vou Chorar", do Leandro e Leonardo.

O refrão diz que “cachaça e saudade mata”. O sujeito composto, “saudade e cachaça”, vem antes do verbo, que deveria ser “matam”. Eles repetem o erro mil vezes na música. Infelizmente causa outro tipo de dor: a sofrência gramatical.

Sam Smith e Normani - 'Dancing with a stranger'

Deu liga a parceria da Normani, do Fifth Harmony, e o inglês Sam Smith. Os dois têm voz macia, que combina com o arranjo pop classudo de desfile de moda. A produção limpinha tem poucas camadas. É uma marca da dupla norueguesa Stargate, que prefere arranjos minimalistas. O Stargate produziu “Diamonds” da Rihanna, “Firework” da Katy Perry, “Irreplaceble” da Beyoncé e outras nessa pegada.

Sharon Van Etten - 'Seventeen'

Para os fãs da Lana com síndrome de abstinência, há outra voz feminina que saiu da cena indie do Brooklyn para o mundo e tem disco pronto. "Seventeen" é single de "Remind Me Tomorrow", que sai na semana que vem. Se a música da Lana dialoga com ela mesma ao 16 anos, Sharon faz uma carta para sua versão de 17. Também é emocionante, melancólica e madura.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE