Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Em Belém, casos de chikungunya quase triplicam em 2018, diz secretaria

Foram registrados 3.019 casos. Em 2017, foram 970.

 

Em Belém, casos de chikungunya mais que triplicaram em 2018, em relação a 2017, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma).

Foram registrados 3.019 casos este ano, sendo que no ano passado, foram 970 casos. O número atual equivale a oito casos confirmados por dia.

Em Belém, casos de chikungunya quase triplicam em 2018, em relação a 2017, diz Sespa

Em Belém, casos de chikungunya quase triplicam em 2018, em relação a 2017, diz Sespa

Segundo a Sesma, os bairros mais afetados foram Águas Lindas, Marco, Marambaia, Canudos e Paracuri.

Bairros de Belém com maiores índices de Chikungunya, segundo a Sesma. — Foto: Reprodução / TV Liberal Bairros de Belém com maiores índices de Chikungunya, segundo a Sesma. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Bairros de Belém com maiores índices de Chikungunya, segundo a Sesma. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Moradores do conjunto Verdejante, no bairro de Águas Lindas, reclamam de uma área de mata que pode ser o foco do mosquito, além da falta de saneamento básico.

O coordenador de controle de endemias da Sesma, David Rosário, disse que a população ainda está altamente suscetível à doença e que está sendo feito levantamento das áreas prioritárias para as ações de combate neste ano de 2019. "Mediante o levantamento neste primeiro bimestre, vamos inicar as ações focando nas áreas prioritárias", disse.

Sintomas

Os sintomas da chikungunya envolvem dor de cabeça, febre, náusea, manchas vermelhas, dor forte das articulações e nos músculos.

chikungunya sintomas — Foto: Arte/G1 chikungunya sintomas — Foto: Arte/G1

chikungunya sintomas — Foto: Arte/G1

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE