Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍTICA

Mauro Mendes prevê déficit de R$ 200 milhões em janeiro

 
O governo do Estado encerrará o mês de janeiro com um déficit de R$ 200 milhões nos cofres. Isso significa que o valor arrecadado até o próximo dia 31 não será suficiente para cobrir os gastos da máquina pública.

O déficit não conta ainda as dívidas das gestões anteriores e nem a folha de pagamento dos 13º salários que estão atrasados para 20% dos servidores do Estado.

A previsão é da equipe econômica do governador Mauro Mendes (DEM), que está neste momento reunida com os deputados estaduais no Palácio Paiaguás para apresentar os dados fiscais do caixa do Estado.

Os números apurados pelo GD apontam que o déficit geral de Mato Grosso é de R$ 3,9 bilhões. Deste valor, R$ 2,1 bilhões não tem lastro financeiro. Ou seja, não foi empenhado nenhum recurso para pagamento.   

O objetivo é sensibilizar os parlamentares para apoiarem as medidas que serão entregues nesta quinta-feira (10) ao parlamento, como o substitutivo da Lei Orçamentária Anual de 2019, que prevê a redução de R$ 35 milhões do duodécimo da própria Assembleia e R$ 17 milhões do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Mendes também encaminhará a reforma administrativa que irá por fim a 3 mil cargos comissionados, 9 secretarias e 6 empresas públicas. 

Já em relação ao novo Fethab, a proposta é que o Fundo seja aprovado para arrecadar R$ 1,5 bilhão, sendo R$ 500 milhões exclusivo para Infraestrutura, o restante para Educação, Segurança e Assistência Social. A proposta ainda aponta para que a contribuição atinja cadeias de exportação, como soja, milho, algodão e carne.  


Gazeta Digital

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE