Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Polícia investiga se menina de 3 anos também foi abusada por líder de seita

 
Uma menina de 3 anos de idade foi aponta pela Polícia Civil de Caiapônia, como sendo mais uma vítima do líder de uma seita religiosa, preso na última sexta-feira (4) na operação ‘Anjo da Guarda 2’, que apura a prática de estupros em rituais de magia negra.

Segundo o Delegado Marlon Souza Luz, responsável pelo caso, a criança estava assistindo televisão, quando passou a reportagem sobre a operação, ela então entrou em pânico ao ver a imagem do investigado e disse que ele havia tocado as partes íntimas dela. Delegado Marlon acrescentou que na sequência, a avó paterna veio a descobrir, por relatos da própria criança, que o investigado teria praticado masturbação na menina.

A operação ‘Anjo da Guarda 2’ cumpriu mandados de prisão em desfavor de um homem de 42 anos e de uma mulher de 49 anos. O homem é suspeito de outros três casos de abuso sexual, envolvendo meninas entre 7 e 13 anos. A mulher é a avó das meninas, e segundo a Polícia era ela quem levava as menores para serem violentadas.

De acordo com a Polícia Civil, a criança de 3 anos deve ser encaminhada para Goiânia, onde deve receber tratamento psicológico.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE