Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

REGIONAL

Secretária busca retomar credibilidade após prisões

 

Mauren Lazaretti, escolhida pelo governador Mauro Mendes (DEM) como Secretária de Meio Ambiente, prometeu auxiliar o Ministério Público (MPE) na continuidade da Operação Operação Polygonum, por fraudes no Cadastro Ambiental Rural (CAR). O objetivo é “demostrar união para retomar a credibilidade da secretaria”.  

“Desde o momento da transição nós viemos acompanhando com o Ministério Público e até discutindo algumas medidas emergenciais para estancar estes procedimentos distorcidos que estão sendo apontados”, afirmou Lazaretti.  


Investigações realizadas pelo MPE em parceria com a Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) revelaram a existência de uma organização criminosa que operava fraudando o Sistema de Cadastro

Ambiental Rural. Os ilícitos, segundo apurado, envolviam fraudes e modos de operação diversos. Servidores e o ex-secretário André Baby foram presos.  


A secretária, que é advogada, presidiu a Comissão de Direito Ambiental da OAB-MT e foi secretária adjunta de Meio Ambiente do Estado, planeja agir rapidamente logo no momento inicial da gestão Mauro Mendes.   


 “Nos primeiros dias da gestão nos vamos efetivamente discutir com o Ministério Público esse pacote de ações. Aquilo que for de competência da Secretaria de Estado de Meio Ambiente nós vamos implementar”, afirmou Mauren.   


“Eu tenho certeza que isso foi um evento pontual, que ocorreu em um dos setores da secretaria, que não tira o credito do trabalho de todos os outros setores”, finalizou Mauren Lazaretti.


 

Gazeta Digital

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE