Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍTICA

Deputada defende novatos na Mesa da AL e sugere ''chapa mista'' em MT

 
 -
Após anunciar que não disputaria a presidência da Nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para o Biênio de 2019/2020 , a deputada estadual, Janaina Riva (MDB) insinuou que deputados reeleitos tem “medo” de dar espaço para novatos e assim evitar a criação de novas lideranças políticas. Segundo a deputada, em entrevista a Rádio Capital, nesta sexta-feira (30), o momento é dos deputados realizarem uma composição mista com a participação dos novatos.

Ela que anunciou que articula a disputa pela primeira secretaria, explica que seu recuo ao cargo da presidência  aconteceu por saber que deputados rejeitam o novo. “Mas, o que eu senti logo no início quando as discussões iniciaram é que ao mesmo tempo que os deputados gostariam de uma mudança na Mesa Diretora, ainda existe um sentimento de desconfiança com o novo. Por isso, que eu optei por tentar compor na 1° Secretaria”, conta a deputada.

Com isso, a emedebista afirma que abriu diálogo com o candidato à reeleição, deputado Eduardo Botelho (DEM) e ainda deve conversar com o candidato deputado Guilherme Maluf (PSDB). Em relação ao democrata, Janaina tem uma ideia formada, acredita que Botelho mantém boa relação com os deputados e liderança para continuar na presidência.

Por isso, não vê vantagem de concorrer contra ele ao cargo. “O Botelho está no partido do governador eleito, tem um bom relacionamento com os deputados, porque já foi presidente. Então, eles já conhecem o trabalho dele. Fui tentando construir um projeto para a primeira secretaria para compor com ele, é um trabalho mais leve de se fazer, e eu acredito que não tenha outro caminho”, explica.

No que se trata de Maluf, ela é discreta e prefere se limitar ao descrever a relação que tem com o tucano. No entanto, a parlamentar pondera que não teve dificuldades de explanar para o deputado que é necessário dar mais espaços para novas lideranças, e que a falta de rotatividade na presidência restringe que isso aconteça. “Tenho tentado conversar com ele e principalmente falando a questão dos espaços da Assembleia. Porque, quando alguém assume a presidência ou a primeira secretaria o grupo aumenta e é difícil as pessoas entenderem que é preciso abrir espaço para as novas lideranças. Isso é um processo muito natural, mas isso eu não tive dificuldade de conversar com os outros deputados”, explica.

Entretanto, a deputada garante que este assunto também foi debatido com os dois candidatos à presidência. “Eu já falei isso pro Botelho e também para o Guilherme por experiência do que eu vivi dentro da Casa, na minha opinião, isso não faz bem nem para eles e nem para a Assembleia”, explanou.

Portanto, em sua avaliação, Janaina narra que deve ser difícil alguém recuar de um posto após anos nele, mas os deputados devem entender que o momento é outro, e houve uma renovação de 14 parlamentares. Ainda assim, ela aposta que a composição da Mesa Diretora com novas caras levam a experiência para que os deputados eleitos pela primeira vez, possam ser protagonistas do cargo daqui dois anos. “A gente tem se preparar para tem uma Mesa com os novatos também fazendo parte e podendo ser protagonistas daqui dois anos. O que não dá pra acontecer é você reeditar agora uma Mesa, e daqui dois anos troca novamente e vai ser o Botelho presidente e o Guilherme primeiro secretário”.


Folha Max

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE