Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Irmãos são julgado por estupro e homicídio de duas mulheres no Pará

O crime aconteceu em outubro de 2014, em Ananindeua. Uma mulher foi estuprada e morta. Adolescente de 14 anos, na época, foi estuprada, mas sobreviveu a tentativa de homicídio.

 
 -  Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Ananindeua  Foto: TJPA
Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Ananindeua Foto: TJPA

Nesta terça-feira (11), senta no banco dos réus os homens acusados de estupro, assassinato e tentativa de homicídio de duas mulheres. O crime aconteceu em 2014, na casa de um dos acusados, em Ananindeua. Preside o julgamento a juíza Cristina Collyer.

Sérgio Maurício Rodrigues da Silva e Cristiano Rodrigues da Silva são acusados da morte de uma mulher e estupro de vulnerável e tentativa de homicídio de uma adolescente de 14 anos. O crime ocorreu no dia 13 de outubro de 2014, na residência de Sérgio, em Ananindeua.

O fato ocorreu durante uma conversa entre a vítima assassinada e Sérgio. De acordo com os relatos da adolescente que sobreviveu, o réu com a mulher que foi assassinada ficaram conversando na sala quando ela foi à cozinha para pegar uma água. Ao retornar para a sala, o acusado lhe abordou, a ameaçou com uma arma e a trancou em um quarto.

Ainda segundo o depoimento da adolescente, o acusado retornou para o quarto após um período de tempo. Ele a ameaçou e a estuprou. Em seguida, Sérgio a obrigou a tomar umas pílulas, informou que sairiam ao anoitecer e confessou que teria matado a sua colega.

A adolescente contou ainda que foi obrigada a vestir um lençol e sair pelo quintal da casa, onde encontrou Cristiano. A vítima relatou que foi levada para um matagal onde foi golpeada na cabeça e perdeu os sentidos, acordando no Hospital Metropolitano, em Ananindeua.

O corpo da outra mulher foi encontrado amarrado dentro de um saco de sarrapilheira, com vários golpes de arma branca e sinais de estupro, em um terreno baldio por moradores da área do Icuí-Guajará.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE