Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Justiça mantém prisão de pai suspeito de estuprar filha de 6 anos em Santarém

Suspeito foi ouvido pela justiça em audiência de custódia realizada na 1ª Vara Criminal nesta sexta-feira 10 .

 

O homem de 26 anos, preso preventivamente na quarta-feira (08) por suspeita de estupro de vulnerável, na grande área do Santarenzinho, em Santarém, oeste do Pará, teve sua prisão mantida pelo juiz Alexandre Rizzi, titular da 1ª Vara Criminal, em audiência de custódia realizana na manhã desta sexta-feira (10).

O suspeito foi investigado por mais de um mês pela Polícia Civil, desde que um DVD com imagens dele abusando da filha de apenas 6 anos de idade foram deixados com um bilhete, anonimamente, na Delegacia de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca).

Segundo a delegada Mila Moura, as imagens foram comparadas com a residência da família da vítima e do suspeito, e foi comprovado que se tratava do mesmo local. O pedido de prisão foi feito à Justiça, que decretou a prisão preventiva e estabeleceu como medida protetiva, o afastamento da criança do lar. A menina está sob os cuidados de familiares e a polícia continua investigando se alguém da família tinha conhecimento do crime que vinha sendo cometido.

"Pela forma como a criança se comportava, com naturalidade, nas filmagens feitas pelo próprio pai, os abusos já vinham acontecendo há algum tempo. Agora estamos investigando se esses abusos eram cometidos com a conivência de mais alguém da família", informou a delegada.

O suspeito segue preso na central de triagem masculina do Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura, à disposição da Justiça.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE