Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Oscar inclui categoria de '''filmes populares''' e limita tempo de transmissão a 3 horas

Mudanças, anunciadas nesta quarta 8 , são vistas como esforço da Academia para aumentar audiência na TV. Em 2018, cerimônia de quase 4 horas teve redução de 19% de espectadores.

 
 -  Jimmy Kimmel apresenta a cerimônia do Oscar 2018, no Dolby Theatre  Foto: Chris Pizzello/Invision/AP
Jimmy Kimmel apresenta a cerimônia do Oscar 2018, no Dolby Theatre Foto: Chris Pizzello/Invision/AP

O Oscar incluirá uma nova categoria de premiação, dedicada ao que chama de "filmes populares", e reduzirá o tempo de transmissão da cerimônia para três horas.

As mudanças, anunciadas nesta quarta-feira (8) pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, são vistas pela imprensa especializada americana como um esforço para aumentar os índices de audiência da cerimônia na TV.

Em 2018, o Oscar teve 26,5 milhões de telespectadores, de acordo com a Associated Press. Foi a primeira vez que o número ficou abaixo dos 30 milhões desde 2008. O resultado representou ainda uma redução histórica de 19% em relação ao ano anterior.

O presidente reeleito e o diretor-executivo da instituição, John Bailey e Dawn Hudson, também anunciaram em um e-mail aos membros que vão limitar o tempo de cerimônia a três horas. A premiação do ano passado durou quase quatro horas - a mais longa em mais de uma década.

O Oscar 2019 está marcado para 24 de fevereiro, no Teatro Dolby, em Los Angeles (EUA). Em 2020, a cerimônia deve acontecer mais cedo, em 9 de fevereiro, disse a Academia.

"Nós ouvimos de muitos de vocês sobre melhorias necessárias para manter o Oscar e nossa Academia relevantes em um mundo em mudança", escreveram Bailey e Hudson.

Filmes populares

A Academia não deu detalhes sobre quais filmes serão elegíveis na nova categoria. Os critérios ainda serão definidos, de acordo com o comunicado. Também não se sabe quando o prêmio será entregue pela primeira vez.

O Oscar já entregou sua mais importante estatueta, a de Melhor Filme, para blockbusters, como "Titanic" (1997) e "Gladiador" (2000).

No entanto, os vencedores mais recentes - "Spotlight: Segredos revelados" (2015), "Moonlight - Sob a luz do luar" (2016) e "A forma da água" (2017) - tiveram bilheterias modestas, enquanto franquias como "Guardiões da Galáxia" e "Star Wars" foram reconhecidas apenas por atributos técnicos.

Essa não é a primeira vez que a Academia faz mudanças na premiação para tentar ser mais democrático em suas categorias principais. Em 2009, o Oscar ampliou o número máximo de candidatos a Melhor Filme de cinco para dez.

A alteração aconteceu depois de membros e fãs reclamarem da exclusão de "Batman: O cavaleiro das trevas" (2008) da lista de concorrentes na categoria principal.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE