Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Motorista de aplicativo é roubado em corrida, mas bandido é detido e espancado por moradores em RO

Vítima foi atender chamado de cliente e teve o carro levado por dois assaltantes. Grupo de motoristas fez buscas pela cidade e localizou o veículo roubado.

 
 -  Depois de receber atenção médica no hospital João Paulo II, o suspeito foi encaminhado à Central de Polícia  Foto: Matheus Henrique
Depois de receber atenção médica no hospital João Paulo II, o suspeito foi encaminhado à Central de Polícia Foto: Matheus Henrique

Um motorista do Uber, de 29 anos, foi atacado por dois ladrões armados e teve o veículo roubado na noite desta última quinta-feira (12), na Zona Leste de Porto Velho. Horas depois do crime, com ajuda de outros motoristas, a vítima localizou o carro e um dos suspeitos acabou detido e espancado por moradores.

Além de escoriações pelo corpo, o suspeito sofreu fratura em um dos braços. Depois de ser preso pela Polícia Militar (PM), o assaltante teve que ser encaminhado ao hospital e pronto-socorro João Paulo II.

De acordo com boletim de ocorrência, o motorista recebeu a chamada para atender um cliente no Bairro Lagoinha. Ao chegar no local, ele foi abordado por dois criminosos armados com um revólver. Os bandidos não chegaram a agredir a vítima, mas fugiram levando o carro dele. A PM foi acionada, fez buscas, mas não localizou nenhum suspeito.

Horas depois do crime, com apoio de outros motoristas de aplicativos, a vítima localizou o carro roubado e voltou a acionar a PM nesta sexta-feira (13).

De acordo com os militares, quando a PM chegou ao local, várias pessoas correram e outras saíram de carro.

O veículo roubado estava estacionado em frente a uma casa e, minutos depois, mais dois homens saíram da residência, em fuga. A poucos metros dali, um dos suspeitos foi detido por testemunhas e espancado. Quando os militares se aproximaram, a multidão se desfez e o suspeito foi preso.

Ainda segundo a polícia, no celular do criminoso foram encontradas diversas mensagens onde ele e um comparsa combinavam o roubo do veículo. O caso foi registrado na Central de Polícia.

O segundo suspeito do roubo ao carro não foi identificado ou preso.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE