Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

GOIÁS - Hospital de Jaraguá passa por reforma geral sem nenhum prejuízo à população

 
 -
Está em curso neste momento a reforma geral do Hospital Estadual de Jaraguá Dr. Sandino de Amorim (HEJA). A principal preocupação da diretoria da unidade é que as mudanças beneficiem a todos os blocos sem que o atendimento à população seja prejudicado. Por este motivo, a reforma foi pensada em etapas, iniciando pela recepção. Comunicação Setorial SES

Em uma segunda fase, serão reformados os blocos B e C, até chegar no Centro Cirúrgico. Os próximos passos serão as enfermarias, que serão reformadas e climatizadas.

Muitas mudanças estão concluídas
Desde que a reforma começou, no final de maio, já foi finalizada a pintura externa e retirada as infiltrações. Na recepção, todo o piso resistente foi retirado e substituído. A parte hidráulica dos balcões e banheiros foi renovada e uma nova louça nos banheiros foi instalada.

“Estamos implantando um sistema para gerenciar o Hospital, com uma estrutura de cabo de ótica. Um novo sistema elétrico é necessário para ligar as máquinas, como impressoras e computadores”, afirma o engenheiro responsável pela obra, Carlos Otávio da Silva Júnior Carlos.

A sala de espera também já está sendo reformada. Nova pintura, instalação de tomadas, correção das infiltrações com impermeabilizante fizeram parte das mudanças. A sala de espera também foi transferida para um cômodo mais próximo da sala vermelha, levando em consideração a segurança dos pacientes.

O que está por vir
A sala de atendimento a urgência e emergência (sala vermelha), futuramente, será ampliada para cinco leitos. Enquanto na sala de observação funcionará o Pronto Atendimento que será reestruturado. Os laboratórios e salas de hematologia e bioquímica foram construídos depois que o IBGH assumiu a administração e já possuem equipamentos novos.

Com a recepção pronta, o usuário poderá ter acesso aos atendimentos através do painel de senha. Serão seis novos consultórios arrumados e equipados. “Acreditamos que o benefício é para todos. Para nós, colaboradores, é um prazer grande estar participando dessa melhora para a saúde de Jaraguá”, garante Elizangela Tavares, diretora administrativa do Heja.

Apesar dos barulhos e dos incômodos da obra, os pacientes que estão internados já notam as diferenças. Para Cícero Almeida Santana, 45 anos, da cidade de Jaraguá, serigráfico, internado por três dias por dengue hemorrágica, as expectativas são as melhores. “Já somos muito bem tratados pelos funcionários. Esperamos uma melhora na estrutura, mais salas, mais aparelhos, mais profissionalismo”, afirma o paciente.

jQuery(document).ready(function($) { $.post('http://imprensaja.com.br/portal/wp-admin/admin-ajax.php', {action: 'wpt_view_count', id: '12320'}); });

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE