Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Familiares de PM atropelada e morta por motoqueiro protestam em audiência sobre segurança no PA

Os manifestantes pediram mais rigor na fiscalização das leis de trânsito na cidade.

 

Familiares e amigos da sargento da Polícia Militar, Ana Cláudia da Silva, que morreu na última sexta-feira (6), atingida por uma moto em frente ao destacamento policial de Ourilândia do Norte, sudeste do estado, fizeram um protesto na Câmara Municipal.

O ato ocorreu na noite de terça-feira (10), durante uma audiência pública sobre segurança no município, com a presença de representantes do judiciário, Ministério Público e da OAB Pará.

Os manifestantes pediram mais rigor na fiscalização das leis de trânsito na cidade.

Segundo a polícia, o condutor da moto que atingiu a sargento da PM estava fazendo manobras perigosas em frente ao destacamento da PM de Ourilândia do Norte.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE