Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Moradores de Outeiro reclamam da qualidade dos ônibus que circulam no distrito

De acordo com os moradores, a péssima condição dos veículos acontece pela falta de concorrência entre as empresas que oferecem o serviço.

 

Moradores do distrito de Outeiro, que dependem do transporte público para chegar ao centro de Belém, estão sofrendo com a má qualidade dos veículos da frota. Segundo eles, não há ônibus suficiente para atender a população e os que funcionam apresentam muitas falhas mecânicas.

De acordo com os moradores, a péssima condição dos veículos acontece pela falta de concorrência entre as empresas que oferecem o serviço. Em 2017, seis linhas faziam a rota Belém-Outeiro. Em 2018, apenas três linhas estão funcionando, sendo que duas pertencem a mesma empresa.

“A concorrência traria uma melhor qualidade do serviço. A concorrência faria com que a empresa, que tem o monopólio, mudasse seu serviço, oferecendo uma frota de qualidade”, afirmou o conselheiro tutelar Alessandro Corrêa.

Ainda segundo os moradores, o tempo de espera nas paradas é muito grande devido à falta de ônibus na frota. Durante o dia, a empresa obedece ao intervalo de tempo determinado para a saída dos veículos. Mas de acordo com os moradores do distrito, no período da tarde esse intervalo fica cada vez maior.

“Eu já cheguei a esperar na parada cerca de 1h45 para pegar um ônibus. Tem alguns ônibus que demoram mais. Eu acho isso tudo uma grande falta de respeito conosco. Nós contribuímos, pagamos os nossos impostos, mas as coisas ficam assim”

Em nota, a Prefeitura de Belém informou que todos os problemas no transporte público de outeiro deverão resolvidos com a primeira licitação das linhas de transporte público de Belém, que já está com o edital em fase de elaboração. Além disso, a prefeitura disse que a empresa que faz a linha para Outeiro tem sido fiscalizada pela Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) quanto a qualidade dos veículos e a prestação do serviço à população.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE