Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Decreto determina ampliação do número de táxis em Uberlândia

Autorização é para mais 82 novas permissões, sendo oito para táxi acessível. Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Táxi informou que atualmente tem 209 taxistas rodando na cidade.

 
 -  Decreto determina criação de mais 82 pontos de táxis em Uberlândia  Foto: Daniel Nunes/SECOM/PMU
Decreto determina criação de mais 82 pontos de táxis em Uberlândia Foto: Daniel Nunes/SECOM/PMU

Um Decreto Municipal determinou a ampliação do número de vagas de táxi em Uberlândia. A autorização é para mais 82 novas permissões do serviço, sendo oito para táxi acessível.

O decreto foi assinado nesta segunda-feira (11) pelo prefeito Odelmo Leão (PP) e o secretário Municipal de Trânsito e Transportes, Paulo Sérgio Ferreira.

No documento, a justificativa da necessidade de ampliar os táxis na cidade está relacionada à quantidade de habitantes. Conforme pesquisa realizada em 2017 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), Uberlândia tem 673.613 habitantes e conforme a Lei nº 11.931, de 29 de agosto de 2014, a proporção é de até um táxi para cada 1.600 habitantes.

Sindcavtu informou que atualmente o município tem 306 táxis cadastrados pela Prefeitura (Foto: Arquivo/SECOM/PMU) Sindcavtu informou que atualmente o município tem 306 táxis cadastrados pela Prefeitura (Foto: Arquivo/SECOM/PMU)

Sindcavtu informou que atualmente o município tem 306 táxis cadastrados pela Prefeitura (Foto: Arquivo/SECOM/PMU)

Cidade conta com mais de 200 táxis rodando

De acordo com o Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Táxi de Uberlândia (Sindcavtu), atualmente o município tem 306 táxis cadastrados pela Prefeitura. Desses, oito são acessíveis, 209 estão circulando e 89 são de taxistas que morreram e as permissões estão na justiça para serem repassadas. A cidade conta ainda com 230 motoristas auxiliares, aqueles dividem a direção dos veículos de permissionários.

A tarifa de táxi na cidade permanece a mesma desde 2016, no valor de R$ 2,80 por quilômetro rodado no caso da bandeira 1, vigente entre 6h e 20h, de segunda a sexta-feira, e sábado, das 6h às 12h. Na bandeira 2 o valor por quilômetro rodado é de R$ 3,40 válido entre 20h e 6h de segunda a sexta, e a partir das 12h de sábado até 6h da manhã de segunda.

A hora parada, quando o taxista espera o cliente resolver algo fora do veículo imóvel, é de R$ 18 a bandeirada, com taxa mínima de utilização do carro de R$ 4,80.

Das 82 novas permissões para taxistas, oito serão para veículos adaptados (Foto: Reprodução/TV Integração) Das 82 novas permissões para taxistas, oito serão para veículos adaptados (Foto: Reprodução/TV Integração)

Das 82 novas permissões para taxistas, oito serão para veículos adaptados (Foto: Reprodução/TV Integração)

"As novas permissões também se fazem necessárias para os novos pontos da cidade, como o Fórum e alguns hospitais. Desde que chegou os aplicativos, como o Uber, o movimento caiu até 70% para os taxistas. Para isso também adotamos um app chamado Táxi 10 que pode oferecer até 40% de descontos na tarifa", explicou o presidente do Sindcavtu, Roque de Moraes.

O G1 questionou o Executivo quando e como funcionará a licitação para receber estes novos táxis e aguarda retorno.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE