Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Sine de RO cria grupos no WhatsApp para divulgar vagas de emprego

Três grupos estão ativos para manter os trabalhadores informados sobre oportunidades. Objetivo também é combater anúncios falsos sobre vagas abertas.

 
 -  Grupos também servem para deixar usuários atualizados sobre oportunidades futuras.  Foto: Marcelo Rodrigues/EPTV
Grupos também servem para deixar usuários atualizados sobre oportunidades futuras. Foto: Marcelo Rodrigues/EPTV

A direção-geral do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Rondônia está utilizando grupos de conversa, no aplicativo whatsApp, para divulgar as vagas de emprego em todo o Estado.

De acordo com a direção do Sine estadual, o objetivo é reduzir a demanda no órgão, gerando economia aos trabalhadores e minimizar o número de falsos anúncios de oportunidades de trabalho.

Ainda segundo o Sine, nem todas as informações de redes sociais são verdadeiras, o que causa tumulto ao atendimento na instituição. “Por isso o órgão resolveu criar o próprio grupo de WhatsApp para divulgar diariamente as vagas disponíveis”, explicou o diretor-geral do Sine, Augusto Celso.

Conforme o diretor-geral, em 2016, um boato de vagas de emprego no Sine levou centenas de pessoas a madrugarem no local. À época, houve tumulto e até registro de agressão. “Esses boatos acontecem com frequência”, alertou.

Além de represar os falsos avisos de emprego, o grupo de conversas surge como uma opção a mais para quem busca se manter atualizado sobre as novidades do Sine.

Ainda de acordo com a direção, a procura tem grande e três grupos já estão em operação, todos reproduzindo o mesmo conteúdo. “Portanto, quem está em um grupo não precisa entrar em outro”, orienta Augusto Celso.

Para entrar nos grupos, basta entrar no link que está disponível na página da prefeitura na internet. Todos os dias, quando o expediente encerra, as vagas são divulgadas.

Os interessados podem, ainda, interagir com os administradores. “Os grupos também servem para tirar dúvidas sobre documentos, perfis de vagas e etc”, completou o diretor-geral, Augusto Celso.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE