Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

AP registra 26 mortes em acidentes de trânsito nos três primeiros meses de 2018

Dados são do Observatório no Trânsito e serão utilizados para ações preventivas de acidentes.

 
 -  Acidentes registrados serão analisados para elaboração de ações preventivas  Foto: Divulgação/Polícia Militar
Acidentes registrados serão analisados para elaboração de ações preventivas Foto: Divulgação/Polícia Militar

De janeiro a março, o Amapá registrou 26 mortes decorrentes de acidentes de trânsito. Os dados do Observatório no Trânsito serão analisados e servirão como base para ações preventivas de acidentes, principalmente os casos graves que resultaram em óbitos.

Ainda conforme a pesquisa, 1.303 vítimas de acidentes de trânsito foram levadas para o Hospital de Emergências (HE) nesses três primeiros meses do ano. Já em 2017, o número foi 4.278 pessoas e, em 2016, o atendimento na unidade de saúde foi de 5.724 vítimas.

De acordo com a coordenadora do Observatório no Trânsito do Amapá, Ângela Vaz, órgãos de controle estudam os casos para identificar quais são os maiores problemas que têm levados aos acidentes, para elaborações de ações, projetos e programas de segurança.

“Esse trabalho é para que se possa atuar diretamente onde está acontecendo o problema. Se é estrutural das vias ou da iluminação, se é de fiscalização ou até falta de educação de trânsitos para todos”, ressaltou a coordenadora.

Creap realizou mais de 120 atedimentos, sendo mais da metade para vítimas de acidentes de trânsito  (Foto: Jorge Abreu/G1) Creap realizou mais de 120 atedimentos, sendo mais da metade para vítimas de acidentes de trânsito  (Foto: Jorge Abreu/G1)

Creap realizou mais de 120 atedimentos, sendo mais da metade para vítimas de acidentes de trânsito (Foto: Jorge Abreu/G1)

O Centro de Reabilitação do Amapá (Creap) destacou que fez o acompanhamento de 520 vítimas de trânsito em 2017, sendo 70% são motociclistas. Foram mais de 120 mil atendimentos, entre serviços de fisioterapia, terapia ocupacional, neurologia, psicologia e outros.

Na noite de segunda-feira (14), uma idosa de 64 anos, identificada como Julieta Gouveia dos Santos, morreu depois de ser atropelada por dois carros na Avenida FAB, no Centro de Macapá, segundo o Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes).

Ao atravessar a rua, Julieta foi atropelada e com o impacto foi lançada para o outro lado da pista, onde foi atingida novamente por outro veículo, informou o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran). A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE