Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Prazo se encerra e Copasa não se pronuncia sobre pedido de suspensão da taxa de esgoto em Patos de Minas

Solicitação foi feita no dia 6 de março pela Prefeitura. Obra está atrasada e população continua pagando tarifa sem receber o serviço.

 
 -  Prefeitura também solicitou que cobrança seja gradativa e proporcional em cinco anos  Foto: Reprodução/TV Integração
Prefeitura também solicitou que cobrança seja gradativa e proporcional em cinco anos Foto: Reprodução/TV Integração

Venceu nessa semana o prazo para a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) se posicionar sobre o pedido de suspensão da taxa de esgoto por nove anos, feita pela Prefeitura de Patos de Minas, no Alto Paranaíba.

Em nota, a companhia informou que não se pronunciará sobre o assunto e que a contraproposta ainda está em análise.

O pedido de suspensão da taxa foi protocolado no dia 6 de março. De acordo com a Prefeitura, o motivo é o atraso na obra de implantação do tratamento do esgoto sanitário na cidade. O período de nove anos é referente ao tempo que os moradores pagaram pelo serviço não prestado.

A Prefeitura também solicitou, além do pedido de retirada da taxa, que a cobrança seja gradativa e proporcional em cinco anos.

Volta da cobrança da tarifa

Em março, a companhia foi proibida de fazer a cobrança da tarifa, mas no inicio do mês de abril, a Justiça derrubou a liminar e a taxa voltou a ser cobrada até os dias de hoje.

Na época, a defesa da Copasa afirmou que a tarifa de esgoto cobrada dos consumidores se refere apenas ao serviço de coleta do esgoto e que para manter o serviço de esgotamento sanitário, além do melhoramento e expansão, são necessários recursos financeiros, o que justifica a cobrança da tarifa.

A Copa informou ainda que a segunda etapa das obras seriam concluídas até maio deste ano, quando 80% do esgoto da cidade seia tratado no local.

Copasa não irá se posicionar sobre pedido de suspensão da taxa de esgoto

Copasa não irá se posicionar sobre pedido de suspensão da taxa de esgoto

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE