Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Fortaleza 292 anos: pesquisa lista motivos para celebrar data e aponta o que precisa melhorar na capital

Entre os pontos positivos estão políticas públicas para idosos. Já a insegurança está entre os pontos negativos apontadas pela pesquisa.

 
 -  Litoral de Fortaleza  Foto: TV Verdes Mares/Reprodução
Litoral de Fortaleza Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

No aniversário de 292 anos da capital cearense, o Índice de Desenvolvimento Urbano para a Longevidade os principais pontos altos e os aspectos nos quais a cidade precisa melhorar. O estudo foi elaborado pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon.

De acordo com o gerente institucional do instituto, Antônio Leitão, o estudo tomou como base os indicadores dos principais órgãos oficiais do Brasil como o Ministério da Justiça e o Sistema Único de Saúde (SUS).

O instituto é uma instituição sem fins lucrativos criada há dois anos com a missão de contribuir com ações na área do trabalho, de cidades e mobilização social, entre outras áreas.

Pontos positivos

Segundo o Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (IDL), Fortaleza é a sétima colocada em uma lista que analisou as 150 maiores cidades do país no indicador matrícula de idosos na educação de jovens e adultos. Outro ponto de destaque é o número de estabelecimentos de atividade de condicionamento físico. Neste indicador, Fortaleza ficou em 24º lugar.

Ainda de acordo com o instituto Fortaleza fica em primeiro lugar quando o quesito é o número de hospitais com afiliação com escolas médicas. É a melhor cidade do país neste indicador. A cidade ficou em 40º lugar em número de leitos do SUS para cada mil habitantes.

Outro fator de destaque para Fortaleza é o indicador de casamento de idosos. A capital cearense ficou em 49º no indicador casamento de idosos, que analisa o número de casamentos em que pelo menos uma das partes tem idade superior a 65 anos a cada 10 mil habitantes.

Entre os pontos negativos estão a insegurança, qualidade de vida, prevenção, longevidade e trabalho:

Segurança:

  • Fortaleza está em uma das últimas posições quando o assunto é segurança. Ficou em 144º lugar em uma lista de 150 cidades no indicador agressão à vida, que analisa a quantidade de homicídios a cada 100 mil habitantes.

Qualidade de vida:

  • Outro aspecto que deixa a desejar na capital cearense é o acesso à rede de esgoto, que deixou a cidade na 112ª colocação.

Prevenção

  • É baixa a razão de exames de mamografias realizadas em mulheres entre 50 a 69 anos a cada 10 mil habitantes. Neste indicador, Fortaleza está em 122º lugar.

Longevidade

  • Fortaleza também tem uma baixa expectativa de vida ao nascer, o que deixou a cidade em 117º lugar na lista de 150 municípios.

Trabalho

  • A cidade que é destino de milhões de turistas nas férias é também aquela que deixa a desejar para sua população quando o assunto é emprego. Fortaleza amarga a 140ª colocação no indicador taxa de desemprego.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE