Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Comunidade Água Preta prepara soltura de 2 mil filhotes de quelônios

Moradores monitoram o nascimento das tartarugas e tracajás e anualmente realizam a soltura dos filhotes. Em função da enchente, este ano a soltura ocorrerá no próprio tabuleiro.

 
 -  Soltura de quelônios realizada na Comunidade Água Preta no ano de 2016  Foto: Luti Gomes/ G1
Soltura de quelônios realizada na Comunidade Água Preta no ano de 2016 Foto: Luti Gomes/ G1

Está programada para o dia 22 de janeiro na comunidade Água Preta, região do Aritapera (Rio Amazonas) em Santarém, oeste do Pará, a primeira soltura de quelônios de 2018. Serão 2 mil filhotes, a maioria de tracajás.

Durante todo o ano de 2017, moradores se revezaram nas fiscalizações do tabuleiro para evitar que os ovos fossem furtados por invasores oriundos de outras regiões. A espécie de alto valor comercial é alvo das frequentes tentativas de furtos que são interrompidas pela ação voluntária dos fiscais da própria comunidade.

Na área de reserva de Água Preta milhares de ninhos são feitos pelas tartarugas que depositam os ovos, e acabam atraindo a atenção dos predadores.

Em 2017 foram soltos mais de cinco mil filhotes em uma cerimônia realizada no mês de abril. A iniciativa de conservação acontece há pelo menos 3 décadas na comunidade.

Segundo a Sapopema (Sociedade para a Pesquisa e Proteção do Meio Ambiente) a iniciativa comunitária é importante porque não só fiscaliza, mas cuida dos ovos até que os filhotes nasçam e estejam prontos para viver na natureza.

A previsão é que durante o ano, outras solturas ocorram conforme o nascimento dos quelônios.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE