Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Vídeo flagra motociclista na contramão sendo arremessado ao bater em carro

 
 -

Um motociclista morreu ao bater de frente com um veículo na BR-020, próximo à entrada de Formosa, em Goiás. Um vídeo, gravado por um motorista de outro veículo, que transitava na via contrária, mostra o motociclista dirigindo uma Honda CB 300 na contramão e em alta velocidade. Na gravação é possível ver o condutor, José Dimas Ribeiro dos Santos, 50 anos, por alguns metros, até o momento em que ele é arremessado para o alto ao colidir com um Pálio Fire. 

O acidente ocorreu às 13h desta terça-feira (9/1). José Dilmas morreu no local. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, poucos minutos antes da colisão, a Central recebeu denúncias de que o condutor da motocicleta teria saído embriagado de um restaurante no km 57 da BR-020, e seguido em direção Brasília na contramão, utilizando a pista com destino à Formosa. 

No Palio, estavam três pessoas. Uma delas, Graziella Kirschner, de 25 anos, teve ferimentos graves após o acidente. Ela foi socorrida e transportada pelo Corpo de Bombeiros Militares para o Hospital Regional de Sobradinho (HRS) com um corte no rosto, edema na cabeça e fratura na perna esquerda. 

As demais vítimas tiveram apenas ferimentos leves, e foram encaminhados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ao HRS.



Um homem gravou imagens de um acidente pouco depois do meio-dia de terça-feira (9) onde um motociclista voa sobre um carro na BR 020, no Distrito Federal, entre Formosa (GO) e Brasília. O motociclista morreu na hora.
 
O vídeo mostra que o motociclista seguia pela contramão, no sentido Brasília. Testemunhas disseram que ele havia bebido em um restaurante da rodovia durante o almoço. O homem que fez as imagens disse que percebeu a forma como a moto era pilotada, por isso gravou o vídeo.

No áudio é possível ouvir o homem falando:

"- O cara é muito doido. Eu tô indo numa via e ele tá seguindo na outra, gente. Um absurdo.
- É muita coragem e sorte, né?
- Eita ferro! Deus do céu, Deus do céu!"
 
A Polícia Rodoviária Federal chegou ao local pouco depois do acidente. Segundo o agente Petterson de Oliveira, a PRF foi alertada sobre o comportamento do motociclista, mas não conseguiu interceptá-lo a tempo de evitar o acidente.
 
"Não deu tempo da gente chegar aqui e aconteceu esse acidente. Já era uma tragédia anunciada."
 
Segundo a PRF, o motociclista tinha 50 anos. Cerca de cinco minutos antes do acidente os policiais haviam recebido denúncias de que ele acabara de sair embriagado de um restaurante no quilômetro 57 da BR 020 e estava seguindo para Brasília na contramão.


 

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE