Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

REGIONAL

Hospital Santo Antônio suspenderá atendimentos pelos SUS na próxima semana

 
 -
Os atendimentos e serviços de obstetrícia e referência de pacientes nefrológicos, os serviços de oncologia, UTI adulto e neo natal do Hospital Santo Antônio relacionados à pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) serão mantido, somente, até esta domingo, 14.

A decisão tomada pelo Conselho Diretor da Fundação de Saúde Comunitária de Sinop, que é quem administra o Hospital Santo Antônio, e informada, através de ofício ao Governo do Estado no último dia 08 de janeiro (protocolo 7883/2018) é baseada no atraso de repasses para com a instituição. O montante da dívida com internações regulares chega à cifra de R$9,4 milhões.

O último repasse, ou seja, pagamento que o Governo efetuou, foi do mês de julho de 2017 totalizando, assim, cinco meses e meio de atraso, haja vista que o repasse de julho não foi feito em sua integralidade.

Outras tentativas de negociação já foram feitas com o Governo, todas sem sucesso. O ofício protocolizado em 27 de junho de 2017 (protocolo nº 584210/2017) informou, caso não houvesse a regularização dos pagamentos, a possível paralisação dos serviços. A notificação extrajudicial (protocolo 621.826/2017), protocolizada em 17 de novembro de 2017, não foi respondida pelo Governo do Estado de Mato Grosso.

O Conselho Diretor alega que a inadimplência do Governo tem comprometido a estrutura de atendimento aos pacientes do SUS, pois médicos têm abandonado a instituição para procurar outras formas de subsistência. O déficit no orçamento da instituição dado a inadimplência do Estado também começa a afetar as famílias dos colaboradores, pois a Fundação já começa a encontrar dificuldade de honrar com o pagamento dos salários.

A decisão do Conselho foi comunicada à Prefeitura de Sinop, ao Ministério Público Estadual, ao Conselho Municipal de Saúde e ao Conselho Regional de Medicina, pois o Hospital Santo Antônio absorve pacientes de toda a região norte de Mato Grosso. São feitos, em média 200 partos mês, o que dá, pelo menos, 6 a 7 por dia, chegando, até a 12, às vezes. A oncologia recebe cerca de 400 pacientes para tratamento quimioterápico por mês e, fora Sinop, a única referência seria a capital do Estado.

A inadimplência e omissão do Governo do Estado pode causar um sério caos na saúde pública de toda uma região que, somada, chega próximo da casa de 1 milhão de pessoas.


Da Assessoria


 

 

 

Veja mais:

PUBLICIDADE
Saúde e Bem Estar O que está acontecendo no nosso corpo se dormimos depois das 23 horas
Saúde e Bem Estar Parada cardíaca durante o sexo: Quais são as chances em homens?
Comportamento Se você tem algum desses nomes há chance de se casar em 2018
Saúde e Bem Estar Fumar ajuda perder peso? Veja como esse mito deixou doente milhões de adolescentes no mundo
Política Os venezuelanos merecem Maduro como presidente?
Ecologia Artista Sophie Gamand fotografa pit bulls com florais para mostrar seu lado suave e incentivar adoção
Saúde e Bem Estar Alho: cure dores de dente, ouvido ou de cabeça com esse alimento
Saúde e Bem Estar Seis sinais de desequilíbrio hormonal que você não deve ignorar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE