Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

ESPORTES

Jogo decisivo de futsal termina em pancadaria entre torcida e jogadores

 
 -
Assoeva e Carlos Barbosa se enfrentaram para decidir na noite desta quarta quem seria o campeão do Campeonato Estadual sub-20 em um jogo que ficou marcado pela violência. Em uma partida com muita emoção, a equipe de Venâncio Aires (RS) fez o gol decisivo na prorrogação e garantiu o troféu inédito para o clube. No entanto, o jogo terminou de forma bastante desagradável: logo após o tento marcado por Douglas Meurer , a torcida da ACBF, mandante da partida, invadiu a quadra e, por alguns minutos, jogadores e torcedores entraram em conflito.

Em entrevista para Gazeta Esportiva, o presidente da Assoeva, Engelberto Henn, que não estava no local devido a problemas de saúde, lamentou o ocorrido e espera que isso não aconteça mais no futsal. “Conversei com o pessoal da diretoria que estava na quadra e me contaram o que aconteceu. Estávamos na prorrogação e precisamos marcar ao menos um gol para conquistar o título. Depois que nosso jogador fez o gol, ele foi comemorar com a torcida e aí aconteceu toda a confusão”.

O presidente ressaltou que na sua opinião o principal motivo da invasão de quadra e da violência foi pelo fato da equipe de Carlos Barbosa não acreditar que sairia do Centro Municipal de Eventos sem o título. “Eles não acreditavam que seriam derrotados pela gente. Nós eliminamos eles na Liga Gaúcha, já era uma mostra da força do nosso time. Estamos investindo nos times de juniores e estamos subindo, melhorando bastante”.

Por fim, Henn afirmou que ainda não sabe ainda qual será a atitude tomada pelo clube. O presidente ainda esperará o relatório do jogo para tomar a decisão se entrará na justiça com o caso. Veja abaixo o momento em que a torcida invade a quadra e começa a briga generalizada, em vídeo publicado pelo perfil do facebook da Zona Técnica – Futsal.

Já pelo lado da equipe do Carlos Barbosa, o gestor executivo, Francis Berté, elogiou o nível técnico da final e destacou que a intenção do time não é ressaltar uma situação negativa diante de uma partida tão importante e disputada como a que aconteceu no último dia 6. “Nós pensamos que não é o ideal dar o foco em algo tão negativo. Muito pelo contrário, preferimos valorizar a grande partida que as duas equipes fizeram e iremos esperar para avaliar melhor a situação antes penalizar alguém”.

Quanto ao jogo, a partida foi emocionante desde o começo. A equipe de Carlos Barbosa venceu no tempo regulamentar pelo placar de 3 a 1, o que levo a partida para a prorrogação. No tempo extra, a Assoeva foi mais decisiva e fez o gol da do triunfo faltando 15 segundos para o fim da partida, após o árbitro Rafael Amaro marcar tiro livre.


Gazeta Esportiva

 

 

 

Veja mais:

PUBLICIDADE
Variedades Como encher balões em casa sem gás hélio
Turismo Incríveis lugares abandonados
Turismo Castelo Yester, as ruínas de uma contrução histórica envolta em misticidade
Variedades 20 fotos surpreendentes de coisas que foram parar no fundo mar
Variedades O que realmente aconteceu com as vítimas do Titanic?
Turismo Cuba: veja como é morar no inferno
Saúde e Bem Estar Comer batata frita no McDonalds pode livrar da calvície? há quem diga que sim
Imagens TOP 30 fotos impressionantes capturadas no momento certo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE