Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Muro de escola que foi pichado com frases racistas em Juiz de Fora ganha grafite contra preconceito

Artistas fizeram trabalho voluntário na Escola Estadual Fernando Lobo após ofensas em setembro e escreveram: “Por um sorriso incolor”.

 
 -  Grafite com frases anti-recistas está exposto em muro da Escola Estadual Fernando Lobo, em Juiz de Fora  Foto: Gabriel Landim/G1
Grafite com frases anti-recistas está exposto em muro da Escola Estadual Fernando Lobo, em Juiz de Fora Foto: Gabriel Landim/G1

Parte de um muro da Escola Estadual Fernando Lobo, em Juiz de Fora, que foi pichado com ofensas racistas por vândalos em setembro foi coberta com um grafite contra o preconceito. A imagem mostra um rosto com a frase “Por um sorriso incolor” ao lado e a expressão “Aqui tem Black” no cabelo.

A direção da escola informou que o desenho foi feito por dois artistas, que ficaram sabendo da pichação através da Superintendência de Educação. Eles se voluntariaram a cobrir as ofensas. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG) e aguarda retorno.

No dia 13 de setembro, o muro apresentava frases de conteúdo racista. Mas mesmo no final de semana anterior, a escola já tinha sido alvo de ofensas semelhantes, também através de pichações, que foram apagadas por funcionários. As frases eram fortes e tentavam criar uma relação entre negros e macacos.

A escola atende alunos do primeiro ano do Ensino Fundamental até o terceiro ano no Ensino Médio e o muro que foi alvo dos vândalos fica nos fundos do prédio, na Avenida Presidente Itamar Franco, no Bairro São Mateus. Na ocasião, a escola comunicou à SEE-MG e registrou ocorrência na Polícia Civil.

Após o caso, a escola promoveu um projeto com diversas ações contra o racismo e estava planejando fazer uma grafitagem no local, mas não havia verba disponível no momento.

Muro da Escola Estadual Fernando Lobo tinha sido pichado com frases racistas em setembro (Foto: Rodrigo Neves/G1) Muro da Escola Estadual Fernando Lobo tinha sido pichado com frases racistas em setembro (Foto: Rodrigo Neves/G1)

Muro da Escola Estadual Fernando Lobo tinha sido pichado com frases racistas em setembro (Foto: Rodrigo Neves/G1)

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE