Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Moradores do conjunto Tapajós pedem socorro

 
 - Moradores querem a reativação do PM-BOX do conjunto Tapajós.  Foto: Ricardo Amanajás/Diário do Pará
Moradores querem a reativação do PM-BOX do conjunto Tapajós. Foto: Ricardo Amanajás/Diário do Pará

Moradores do conjunto Tapajós, no bairro do Tapanã, em Belém, reclamam da insegurança do residencial e relatam que o número de assaltos aumentou depois que a Base Comunitária da Polícia Militar no conjunto foi desativada e deslocada para o ProPaz. Vazia já há alguns meses, o PM Box presente no conjunto é pouco utilizada pela polícia, que, segundo habitantes, tem servido apenas como ponto de repouso para oficiais algumas vezes por semana. 

“Com policiamento já é perigoso, imagine sem”, critica a comerciante Élida Silva, 36, que trabalha bem de frente à base desabitada. “Isso tem que ser reativado. Quando era efetivo, os assaltos eram muito menores”, relata. Para a comerciante, os piores horários são entre o 12h e as 15h da tarde, momento em que as ruas ficam vazias, principalmente nas partes mais afastadas da estrada principal do conjunto. 

O diretor da Associação de Moradores do Conjunto Tapajós (AMCT), Cirilo Tavares, garante que está sendo feito abaixo-assinado entre os moradores para ser entregue ainda esta semana ao 4º Batalhão da PM com o intuito de exigir medidas que reativem a base ou aumente o número de viaturas e oficiais que fazem ronda no bairro. 

“São apenas duas viaturas e três motos para um bairro com mais de 72 mil habitantes. Só aqui no conjunto são mais de 4 mil. Não é o suficiente”, explica Tavares, que acredita que a base deveria funcionar de forma fixa, com contingente todos os dias. “O domingo é um dia muito perigoso aqui, os moradores evitam sair de casa. Isso piorou muito depois que tiraram os policiais dali”, continua. A intenção da AMCT é recolher cerca de 2 mil assinaturas para que o documento chegue até o secretário de Segurança e alguma medida seja tomada. 

NOTA 

Em nota, a Polícia Militar afirma que desde 2010 os PM Boxes estão sendo substituídos por bases comunitárias móveis e que o comando do 24º Batalhão coloca à disposição da área duas viaturas que são auxiliadas por uma terceira durante o dia e pode contar ainda com outras de bairros próximos, em situações de maior necessidade.

(Arthur Medeiros/Diário do Pará)

PUBLICIDADE
Comportamento Você tem uma vida feliz se pode responder a essas perguntas!
Música Nevermind, as curiosidades deste disco histórico do Nirvana
Comportamento Se você tem algum desses nomes há chance de se casar em 2018
Ciência Sua fala pode demonstrar o quanto é inteligente
Mangás e Animes Alguns dos momentos mais hilários dos Simpsons
Saúde e Bem Estar Alho: cure dores de dente, ouvido ou de cabeça com esse alimento
Imagens TOP 30 fotos impressionantes capturadas no momento certo
Saúde e Bem Estar Truques de maquiagem que facilitarão sua vida
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE