Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

'''Não há falha no sistema de semiliberdade''', diz Camilo Santana sobre chacina da Sapiranga

Quatro adolescentes em conflito com a lei foram retirados do Centro de Semiliberdade Mártir Francisca e assassinados a tiros na madrugada desta segunda-feira 13 , no Bairro Sapiranga, em Fortaleza.

 
 -  Centro de Semiliberdade Mártir Francisca, que registrou chacina durante madrugada, era tido como centro modelo no Ceará  Foto: Reprodução Facebook/E-
Centro de Semiliberdade Mártir Francisca, que registrou chacina durante madrugada, era tido como centro modelo no Ceará Foto: Reprodução Facebook/E-

“Primeiro eu considero uma ação covarde e inaceitável', disse o governador Camilo Santana quase 48 horas após a chacina que vitimou quatro adolescentes do Centro de Semiliberdade Mártir Francisca, na madrugada desta segunda-feira (13). Segundo assegurou o governador – na tarde desta terça-feira (14), “não há nenhuma falha no sistema de semiliberdade onde ocorreu o fato”.

Camilo Santana também falou sobre a afirmação do juiz Manoel Clístenes, titular da 5ª Vara da Infância e Adolescência, de que o Governo do Estado estava ciente das ameaças de invasão por criminosos do bairro relatadas por internos e familiares. “A informação que eu tenho é que foi providenciado reforço. Se o reforço não foi suficiente para dar a garantia de segurança, se houve alguma negligência ou algum fato que possa ter ocasionado o que ocorreu, vai ser apurado”.

Chacina de Sapiranga

Quatro adolescentes em conflito com a lei foram retirados do Centro de Semiliberdade Mártir Francisca e assassinados a tiros na madrugada desta segunda-feira (13), no Bairro Sapiranga, em Fortaleza. Um bando armado com metralhadoras invadiu o Centro e retirou os adolescentes à força. Imagens dos jovens momentos antes da execução e dos corpos foram divulgadas em redes sociais. Um homem de 18 anos suspeito de participar da chacina foi preso nesta terça-feira (14).

De acordo com o delegado Leonardo Barreto, o homem preso confessou participação no crime, mas disse que não atirou nas vítimas, só estava presente no momento. O homem é morador do mesmo bairro onde o crime ocorreu, e foi preso em casa. Ele foi autuado em flagrante por homicídio duplamente qualificado, posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e participação em organização criminosa.

O suspeito afirmou que os adolescentes eram alvo pois pertenciam a facção criminosa rival à que atua no Bairro Sapiranga.

Pelo menos outras quatro pessoas são procuradas por participação direta nos assassinatos, e a polícia trabalha com a hipótese de haver mais envolvidos. Foram encontradas armas e uma máscara usada pelos criminosos que invadiram o centro.

Ameaças

Os cadáveres dos adolescentes foram encontrados na Rua Firmino Ananias, nas proximidades do centro. Na noite da invasão, quatro meninos foram retirados pelo bando. De acordo com a Secretaria da Segurança do Ceará (SSPDS), os dois voltaram para o centro e estão com as famílias.

Conforme o juiz Clístenes, os internos e familiares haviam relatado ameaças de invasão por criminosos do bairro, e o Governo do Estado foi alertado sobre essas ameaças.

Famílias

Pai de adolescentes morto em centro socioeducativo nega envolvimento de filho em facção

Pai de adolescentes morto em centro socioeducativo nega envolvimento de filho em facção

Em entrevista exclusiva ao G1, o pai de um dos adolescentes mortos, de 16 anos, disse que o filho não pertencia a facções criminosas. "Meu filho não fazia parte de facção nenhuma", disse. "Meu filho não estava em festa, nem em bar, a mãe dele entregou ele à mão da Justiça. Então, eu quero Justiça, eu sou um cidadão", afirmou.

Uma outra vítima tinha apenas 13 anos e estava na unidade há um mês, também segundo o pai. Ele tinha uma tatuagem com números nos dedos fazendo referência a uma facção, mas o pai disse não saber porque o menino fez o desenho. Foi "levado para essas coisas pelos amigos”, disse.

As outras duas vítimas também haviam sido transferidas há pouco tempo para o Mártir Francisca e eram da cidade de Russas. Um deles chegou à unidade na sexta-feira (10) e, segundo o tio, havia sido preso pela primeira vez. Os dois, de 15 anos, foram apanhados após roubar a bolsa de uma mulher na cidade de Aracati. Os pais destes adolescentes não foram reconhecer os corpos porque, segundo os parentes, "não estavam em condições".

 

 

 

PUBLICIDADE
Variedades Algumas maneiras originais de usar o lenço de outono!
Saúde e Bem Estar Coisas que você não podemos emprestar de e para outras pessoas
Comportamento Penetração dolorosa: causas e remédios para lidar com isso
Variedades Estudo de Oxford diz que não devemos dar o assento aos idosos no transporte público
Ecologia Vídeo: Vespa se alimentando
Turismo Coisas que não são permitidas na Arábia Saudita: cinemas, gatos, mulheres dirigindo...
Saúde e Bem Estar Barbear-se pode fazer bem a pele de mulheres
Educação Escaneres podem indicar túmulo de Nefertiti
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE