Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Alunos da UFJF vencem competição latino-americana de robótica

Disputa aconteceu entre os dias 7 e 11 de novembro na cidade de Curitiba PR e contou com instituições de todo o país.

 
 -  Equipe Rinobot da UFJF  Foto: UFJF/Divulgação
Equipe Rinobot da UFJF Foto: UFJF/Divulgação

Os alunos da Faculdade de Engenharia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) conquistaram o primeiro lugar na Competição Latino-Americana e Brasileira de Robótica. A equipe Rinobot obteve o melhor desempenho na categoria Standard Platform League (SPL). A disputa aconteceu entre os dias 7 e 11 de novembro, na cidade de Curitiba (PR).

Na categoria disputada pelos alunos da UFJF, os alunos fizeram a programação de robôs produzidos por uma empresa especializada intitulados “NAO”, que competem uma partida de futebol com quatro jogadores, sendo três de linha e um no gol. Os equipamentos são autônomos. Não há qualquer interferência humana nas atividades do androide no meio da disputa.

Para a aluna do curso de Engenharia Elétrica, Gabriella Pires, que faz parte da equipe Rinobot, mais importante do que vencer essas competições é o intercâmbio de informações com alunas de instituições de todo o Brasil e de outros países, como Peru e México.

“Por mais que estejamos diante de uma disputa, estar com estudantes de outros lugares nos permite uma troca de informações muito importante, pois o grande objetivo é crescermos todos juntos, uns ajudando os outros e todos se desenvolvendo”, observou.

Com a primeira colocação, os alunos ganharam a chance de disputar a partida final com o robô campeão da categoria Humanoide, que engloba androides construídos ou adquiridos pelas equipes para a realização da mesma atividade, mas com especificações técnicas distintas. Na oportunidade, a equipe também saiu vitoriosa do confronto, conquistando mais um troféu.

A estudante contou que, entre os dias 31 de outubro e 4 de novembro, a equipe já havia conquistado o terceiro lugar na categoria "Seguidor de Linha" na Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (Finit), em Belo Horizonte. Ela destacou que, além da competição, todo o processo de preparação é importante para o desenvolvimento das habilidades.

"O processo todo de preparação é importante, tendo em vista que é a oportunidade de desenvolvermos o conhecimento através da prática. É quando podemos pegar as informações adquiridas de forma teórica e vermos como funciona através dos experimentos", explicou.

Pires disse que a próxima competição para qual a equipe está se preparando para participar ocorrerá em março de 2018 em Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas.

 

 

 

PUBLICIDADE
Saúde e Bem Estar Posições que o ajudarão a dormir mais rápido
Turismo Vila construída embaixo de uma rocha
Saúde e Bem Estar O efeito das bebidas energéticas no seu corpo
Comportamento O teste de PSICOLOGIA mais famoso: diga o que vê na foto e saiba um pouco mais sobre você
Variedades Como encher balões em casa sem gás hélio
Comportamento Penetração dolorosa: causas e remédios para lidar com isso
Variedades Apenas 3% da população mundial tem a marca X em ambas as mãos
Saúde e Bem Estar Como comer direito: A razão pela qual nos cansamos depois de comer
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE