Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Saúde confirma 62 casos de febre chikungunya e 19 de zika em MS a um mês do início do verão

Doenças são transmitidas pelo mosquito aedes aegypti, o mesmo da dengue, que se reproduz em locais com água acumulada.

 

A Secretaria do Estado de Saúde (SES) confirmou 62 casos de febre chikungunya e 19 de vírus da zika em Mato Grosso do Sul até a última sexta-feira (10), conforme os boletins epidemiológicos divulgados nesta terça-feira (14).

Campo Grande e Corumbá são os municípios com maior número de casos das doenças: 24 e 16 de febre chikungunya, respectivamente, e sete de vírus da zika cada um.

No boletim da chikungunya ainda aparecem Água Clara (1); Aquidauana (2); Aral Moreira (1); Bonito (6); Caarapó (1); Cassilândia (1); Chapadão do Sul (1); Coxim (1); Dourados (2); Fátima do Sul (1); Ladário (1); Maracajú (1); Nova Andradina (1); São Gabriel do Oeste (2).

Também inclui nas confirmações de zika Bonito com quatro casos e Sonora com um. Em Bonito, foi registrado um caso em grávida, mas já foi descartado possibilidade de microcefalia.

As duas doenças são transmitidas pelo mosquito aedes aegypti, o mesmo da dengue, que se reproduz em locais onde acumula água. O período de maior reprodução é o verão que inicia a cerca de um mês.

 

 

 

PUBLICIDADE
Celulares Recursos legais do botão central nos fones de ouvido do iPhone
Turismo Nazistas construíram edifícos maciços durante a guerra para proteger cidades de ataques aéreos
Saúde e Bem Estar Você pode manter a firmeza dos seios por mais tempo
Ecologia Conheça as incríveis formigas Pote-de-Mel
Variedades A incrível história do Iate brasileiro "Mar Sem Fim"
Ecologia Tenha rosas em casa durante o ano todo
Games Teste: Encontre o único dado com sete bolas
Ecologia Vídeo: Vespa se alimentando
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE