Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Empresário que agrediu ex-mulher no Maranhão continua foragido

Prisão preventiva de Lúcio André Genésio foi decretada no domingo 12 , após ele ter agredido a ex-companheira em São Luís. Vítima teve o rosto desfigurado e várias lesões pelo corpo.

 
 -  Ludmila Rosa Ribeiro da Silva foi agredida pelo ex-marido.  Foto: Reprodução/TV Mirante
Ludmila Rosa Ribeiro da Silva foi agredida pelo ex-marido. Foto: Reprodução/TV Mirante

Está foragido da Justiça, o ex-companheiro da advogada Ludmila Rosa Ribeiro Silva, de 27 anos, que foi agredida fisicamente neste fim de semana, em São Luís. A prisão preventiva do empresário Lúcio André Genésio foi decretada nesse domingo (12) e até o momento, o acusado ainda não foi localizado pela polícia.

Nessa segunda-feira (13), a vítima prestou um novo depoimento na Delegacia da Mulher em São Luís e contou que após as agressões, não conseguia nem andar. Ludmila apanhou do ex-companheiro após um encontro que o casal que estava separado, tentava se reaproximar. De acordo com a vítima, Lúcio André teve uma crise de ciúmes e a agrediu. Ludmila ficou com parte do rosto desfigurada, teve duas costelas deslocadas e vários ferimentos pelo corpo.

Ludmila Rosa Ribeiro da Silva foi agredida pelo ex-marido. (Foto: Reprodução/TV Mirante) Ludmila Rosa Ribeiro da Silva foi agredida pelo ex-marido. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Ludmila Rosa Ribeiro da Silva foi agredida pelo ex-marido. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Imagens das câmeras de segurança do condomínio onde Ludmila mora, mostrou o momento em que a advogada conseguiu descer do carro e em seguida, cai no chão. Em seguida, Lúcio acelera em direção ao local onde ela caiu e depois vai embora. Após o incidente, vizinhos aparecerem e prestam socorro e depois, levam a vitima para sua casa.

Imagens das câmeras de segurança mostram Ludmila sendo amparada por vizinhos. (Foto: Reprodução/TV Mirante) Imagens das câmeras de segurança mostram Ludmila sendo amparada por vizinhos. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Imagens das câmeras de segurança mostram Ludmila sendo amparada por vizinhos. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Após a agressão, o acusado foi levado a Delegacia do Cohatrac, onde o delegado plantonista aplicou uma fiança de R$ 4.685,00 reais, pelo crime de lesão corporal. Lúcio André pagou a fiança e foi liberado. O pedido de prisão foi protocolado pelo Ministério Público, por meio da promotora Bianka Sekkef Sallem Rocha. O delegado de Polícia Civil, Válber Braga, que arbitrou fiança ao agressor, também deve ser investigado pela Corregedoria a pedido da Justiça. Desde a decretação da prisão preventiva, o ex-companheiro da vitima está foragido.

Lúcio André Genésio foi liberado após pagar fiança em São Luís. (Foto: Reprodução/TV Mirante) Lúcio André Genésio foi liberado após pagar fiança em São Luís. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Lúcio André Genésio foi liberado após pagar fiança em São Luís. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

De acordo com a delegada Wanda Moura, em depoimento, a vítima contou que a razão para volta no relacionamento seria o filho do casal, fruto de um momento em que os dois conviviam juntos. O motivo da separação foi a primeira agressão de Lúcio ocorrido durante a gravidez de Ludmila. O processo desse caso corre na cidade de Pinheiro.

Lúcio André Genésio agrediu a ex-esposa, Ludmila Rosa em Pinheiro (MA). (Foto: Reprodução/TV Mirante) Lúcio André Genésio agrediu a ex-esposa, Ludmila Rosa em Pinheiro (MA). (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Lúcio André Genésio agrediu a ex-esposa, Ludmila Rosa em Pinheiro (MA). (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Em audiência pública realizada na Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema-MA) nessa segunda (13), foi anunciado que a Delegacia Especial da Mulher passará a funcionar a partir desta terça-feira (14), em regime de plantão, 24 horas por dia. Serão oito delegados que irão atuar em casos e denúncias de crimes de feminicídio.

A delegacia e o plantão 24 horas passam a funcionar na Casa da Mulher Brasileira, no bairro Jaracaty em São Luís. Além desses órgãos, serão disponibilizados alojamentos, brinquedoteca. Também irá funcionar no prédio a sede do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram), mantido pelo município de São Luís.

Audiência Pública foi realizada na Assembleia Legislativa do Maranhão. (Foto: Reprodução/TV Mirante) Audiência Pública foi realizada na Assembleia Legislativa do Maranhão. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Audiência Pública foi realizada na Assembleia Legislativa do Maranhão. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

 

 

 

Veja mais:

PUBLICIDADE
Ciência Sua fala pode demonstrar o quanto é inteligente
Variedades Revista Elle Brasil recriou 5 obras de arte com personalidades para a edição de dezembro
Turismo Mundo Subterrâneo: Um incrível reino descoberto depois de milhões de anos oculto
Educação Bolas gigantes encontradas na Bósnia divide opinião de cientistas
Celulares Novo Iphone deverá ter reconhecimento facial, lançamento previsto para 2018
Saúde e Bem Estar Alho: cure dores de dente, ouvido ou de cabeça com esse alimento
Personalidades Os 23 atores de séries mais bem pagos
Turismo Cuba: veja como é morar no inferno
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE