Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

TRE debate participação feminina nas eleições

 
 - Segundo Luciana Souza, o debate sobre representação das mulheres é uma orientação do TSE.  Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará
Segundo Luciana Souza, o debate sobre representação das mulheres é uma orientação do TSE. Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará

A representação e atuação das mulheres na política foram tema de debate que encerrou a programação da Escola Judiciária Eleitoral (EJE) do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) neste ano de 2017. A palestra foi realizada, na manhã desta segunda-feira (13), no plenário do TRE e reuniu estudantes, magistrados, advogados e público em geral interessado no tema.

A escolha do tema da palestra promovida nesta segunda - “Nós, Mulheres: Representação e Participação Política” – segue uma orientação do próprio Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Desde as eleições de 2016, o TSE solicitava essa dimensão à participação da mulher na política, falando desde as cotas até essa relação com a prestação de contas”, afirma a coordenadora da EJE, Luciana Souza.

Uma das palestrantes do dia, a professora de direito constitucional e eleitoral da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Desiree Salgado, aponta que o Brasil ainda ocupa uma posição vergonhosa em relação às Américas, quando se trata da representatividade da mulher no cenário político. “O Brasil ainda perde para muitos países africanos e árabes que sabemos que ainda precisam avançar muito em relação à representatividade da mulher”, analisa.

Advogada eleitorista e também palestrante do evento, Paula Bernardelli destaca que o problema inicia ainda na base, dentro do organograma dos próprios partidos. “Hoje, temos 35 partidos registrados, mas apenas dois possuem regras em seus órgãos diretivos que são paritárias”, informa. “Na maioria dos partidos, os órgãos diretórios são formados basicamente por homens”, explica.

A assistente social Dilma Cavalcante, 56 anos, fez questão de participar da palestra, gratuita para o público. “A gente ainda tem poucas mulheres na política e isso acaba sendo um entrave para que a luta avance. Precisamos de apoio e que todos entendam o quanto é importante essa participação.”

(Cintia Magno/Diário do Pará)

PUBLICIDADE
Ciência Crânio encontrado em West Sussex sugere que as praias da região foram usadas como cemitérios
Saúde e Bem Estar Alimentos que o ajudam a se desintoxicar depois de parar de fumar
Variedades Como plantar abacate em casa?
Saúde e Bem Estar Barbear-se pode fazer bem a pele de mulheres
Turismo Castelo de Belvoir: um dos mais belos castelos da Inglaterra e o assento dos duques de Rutland
Saúde e Bem Estar O efeito das bebidas energéticas no seu corpo
Celulares Vídeos Youtube poderão ser abertos dentro do Whatsapp
Variedades O que acontece com os silicones das mulheres após a morte? Parece irreal, mas é verdade
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE