Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

GOIÁS - 8220;Dinamismo do Goiás na Frente colocou o Estado na dianteira do enfrentamento à crise 8221;, diz Marconi

 
 -
Governador afirma que investimentos do programa, associados à atividade econômica, tornaram Estado mais forte diante da recessão nacional

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

Os investimentos do Governo de Goiás por meio do Programa Goiás na Frente, associados à força da economia local, foram decisivos para que o Estado saísse na dianteira do enfrentamento da crise econômica nacional, afirmou nesta segunda-feira (13/11) o governador Marconi Perillo durante a entrevista para as emissoras de rádio da Região Sudoeste. “Com todas dessas frentes de obras, Goiás realmente saiu na frente no enfrentamento da crise. E além de estarmos atendendo às demandas da população, nós estamos gerando empregos”, disse. “Claro que a atividade econômica e o agronegócio ajudaram, mas também as obras do Governo do Estado e os convênios com as prefeituras”, completou.

“Nós temos convênios com todas as cidades, temos convênios do Goiás na Frente, com as prefeituras. Acreúna, por exemplo, o prefeito já está fazendo o trabalho de recapeamento das ruas e avenidas”, disse. “Em Britânia, também, já celebramos convênios com o prefeito. “Em Quirinópolis, também nós já autorizamos convênio com o prefeito Gilmar, R$ 3 milhões. Enfim, nós estamos trabalhando com todos os municípios. Em alguns lugares, nós já estamos inaugurando”, disse o governador, citando muncípios da Região Sudoeste.

Marconi disse ainda que entre os investimentos com impacto na produção econômica e, portanto, com efeitos benéficos sobre os municípios está a duplicação de rodovias. “A duplicação de rodovias é uma revolução em Goiás nestes meus mandatos, especialmente nestes últimos dois, estou deixando mais de 400 quilômetros de rodovias estaduais duplicadas. Se nós somarmos as rodovias federais duplicadas, nós vamos chegar a mais de 1.600 quilômetros de rodovias em Goiás”, disse. “Todas elas, as federais e estaduais foram durante os meus governos. As federais, briga nossa, luta minha como governador, luta das nossas bancadas junto aos presidentes da República e aos ministros dos Transportes. E aqui, uma priorização total em relação a essas obras”, disse. Leia, abaixo, a íntegra das declarações do governador sobre o assunto:

“Dinamismo do Goiás na Frente colocou o Estado na dianteira do enfrentamento à crise”

Nós temos convênios com todas as cidades, temos convênios do Goiás na Frente, com as prefeituras. Acreúna, por exemplo, o prefeito já está fazendo o trabalho de recapeamento das ruas e avenidas. Como nós sabemos, Acreúna tinha virado um queijo suíço de buracos. Nós estamos ajudando o prefeito Edmar a avançar, no sentido de concluir essas obras. Em Britânia, também, já celebramos convênios com o prefeito Marconi. Em Quirinópolis, também nós já autorizamos convênio com o prefeito Gilmar, R$ 3 milhões. Enfim, nós estamos trabalhando com todos os municípios. Em alguns lugares, nós já estamos inaugurando. Eu já inaugurei as obras do Goiás na Frente em Gameleira, já vou inaugurar agora em Itapaci. Em alguns lugares, as obras já ficaram prontas. O fato é que com esse dinamismo todo, com essas parcerias todas dessas frentes de obras, Goiás realmente saiu na frente no enfrentamento da crise. E além de estarmos atendendo as demandas do povo, da população, nós estamos gerando empregos. Nos nove primeiros meses do ano, o Brasil gerou 208 mil empregos de saldo positivo e nós geramos, em Goiás, 47 mil. Claro que a atividade econômica e o agronegócio ajudaram, mas também as obras do Governo do Estado e os convênios com as prefeituras.

“A duplicação de rodovias é uma revolução na infraestrutura de Goiás”

A gente faz as estradas e as pessoas abusam do peso das mercadorias que são colocadas nos caminhões, treminhões, bicaminhões, e com esse peso eles vão estragando tudo. A única saída é balança. Nós já estamos colocando balanças, para pesar cargas em várias estradas, é uma providência que a Agetop está tomando nas estradas todas. Nós fazemos a nossa parte, investimos muito dinheiro, reconstruímos as estradas e depois, com essa cargas pesadas, as estradas vão estragando novamente. De qualquer maneira, a grande demanda do povo da região era reconstruir essa estrada. Essa rodovia que liga o trevo da GO-070, trevo de Jussara, até Santa Fé e Britânia era uma rodovia muito demandada e estava muito estragada e nós reconstruímos tudo, através do Goiás na Frente. A rodovia duplicada de Goiânia à cidade de Goiás deverá ficar pronta no final de março para ser inaugurada. É uma rodovia extraordinária, são 140 quilômetros de rodovia duplicada. Isso é uma revolução em Goiás nestes meus mandatos, especialmente nestes últimos dois, estou deixando mais de 400 quilômetros de rodovias estaduais duplicadas. Se nós somarmos as rodovias federais duplicadas, nós vamos chegar a mais de 1.600 quilômetros de rodovias em Goiás. Todas elas, as federais e estaduais foram durante os meus governos. As federais, briga nossa, luta minha como governador, luta das nossas bancadas junto aos presidentes da República e aos ministros dos Transportes. E aqui, uma priorização total em relação a essas obras. Uma marca em termos de avanço em infraestrutura, a duplicação de rodovias federais e estaduais. Em todas essas obras nós temos convênios.

jQuery(document).ready(function($) { $.post('http://imprensaja.com.br/portal/wp-admin/admin-ajax.php', {action: 'wpt_view_count', id: '7029'}); });

 

 

 

PUBLICIDADE
Comportamento O que você vê primeiro nesta imagem?
Saúde e Bem Estar Os pesquisadores encontraram a melhor razão para se comer chocolate
Variedades Apenas 3% da população mundial tem a marca X em ambas as mãos
Humor Brinquedos feitos para crianças, ou para uma sex shop?
Ciência 2037, ano do apocalipse do chocolate, que pode desaparecer.
Saúde e Bem Estar Você pode se livrar de micróbios em sua escova de dentes, e só precisa de um ingrediente
Variedades Magnum 44
Mangás e Animes Alguns dos momentos mais hilários dos Simpsons
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE