Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Cartinhas do Natal dos Correios já podem ser adotadas em agências e pela internet

Cartinhas podem ser adotadas até o dia 15 de dezembro. Neste ano, a adoção dar cartinhas também podem ser realizadas pela internet.

 
 -  Campanha busca padrinhos de cartas de crianças enviadas para Papai Noel  Foto: Reprodução EPTV
Campanha busca padrinhos de cartas de crianças enviadas para Papai Noel Foto: Reprodução EPTV

A campanha de Natal dos Correios começou nesta segunda-feira (13) em Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana. O programa é realizado há 28 anos e atende a crianças carentes. Durante o ano de 2016, os Correios receberam mais de dois milhões de cartas.

As cartinhas podem ser retiradas na agência dos Correios, na Praça da República, e no Pantanal Shopping, em Cuiabá. Em Várzea Grande, a agência dos Correios da Avenida Couto Magalhães também está entregando as cartinhas para as pessoas que desejarem se tornar padrinhos e realizar os desejos das crianças.

O perído para a adoção das cartas termina no dia 15 de dezembro.

Cartinhas da campanha Papai Noel dos Correios já estão disponíveis

Cartinhas da campanha Papai Noel dos Correios já estão disponíveis

Durante 2016, mais de dois milhões de cartinhas foram recebidas, sendo 20 mil crianças de Mato Grosso. Neste ano, as cartinhas também podem ser adotadas através do site dos Correios.

O objetivo principal da ação é responder às cartas das crianças que escrevem e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social, como explica o superintendente dos Correios, Gilson Cunha.

"Algumas dessas crianças são de bairros carentes e muitas vezes não têm condições de receber um presente", disse.

O presente deve estar enumerado com a mesma numeração da carta para o presente ser entregue corretamente.

As crianças que querem enviar uma cartinha ao Papai Noel devem seguir alguns pré-requisitos. São considerados válidos os pedidos de crianças que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

A campanha também contempla as correspondências de estudantes da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos.

 

 

 

Veja mais:

PUBLICIDADE
Celulares Novo Iphone deverá ter reconhecimento facial, lançamento previsto para 2018
Saúde e Bem Estar Como tratar a pele seca no frio
Variedades Como encher balões em casa sem gás hélio
Turismo Cidades populares que podem ser perigosas para os turistas
Variedades Magnum 44
Ecologia Grupo produz e vende produtos de tecidos veganos, orgânicos, que não agridem o meio ambiente
Ecologia Formiga-Leão: Que monstro é esse?
Saúde e Bem Estar Por que você deve dormir nu
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE