Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

'''Thor: Ragnarok''' fatura US$ 56 milhões nos EUA em seu 2º fim de semana

Produção da Disney-Marvel perdeu 54% de receita em relação à estreia. Mesmo assim, já é o 9º maior sucesso de 2017 na América do Norte.

 
 -  Mel Gibson, Mark Wahlberg, John Lithgow e Will Ferrell em  Pai em dose dupla 2   Foto: Divulgação
Mel Gibson, Mark Wahlberg, John Lithgow e Will Ferrell em Pai em dose dupla 2 Foto: Divulgação

“Thor: Ragnarok”, da Disney-Marvel, está dominando as bilheterias norte-americanas, com US$ 56,6 milhões arrecadados em 4.080 salas de exibição em seu segundo final de semana.

O filme, estrelado por Chris Hemsworth e dirigido por Taika Waititi, perdeu 54% de receita em relação aos US$ 122,7 milhões obtidos no fim de semana de estreia. Mesmo assim, já é o nono maior sucesso de 2017, com US$ 211,6 milhões nos primeiros 10 dias.

A performance internacional também é um sucesso, com US$ 438 milhões - superando US$ 650 milhões no mundo todo. No Brasil, o filme é lider de bilheteria há três semanas.

"Thor" reverteu uma queda nas bilheterias que persistiu em outubro e fez com que a receita de 2017 caísse 5% ante o ano passado, a US$ 9,14 bilhões.

Com a estreia de “Liga da Justiça”, da Warner Bros., no fim de semana que vem, “Coco", da Disney-Pixar em 22 de novembro, e "Star Wars: Os últimos Jedi" em 15 de dezembro, a indústria pode encerrar o ano em tom positivo.

Mel Gibson, Mark Wahlberg, John Lithgow e Will Ferrell em 'Pai em dose dupla 2' (Foto: Divulgação) Mel Gibson, Mark Wahlberg, John Lithgow e Will Ferrell em 'Pai em dose dupla 2' (Foto: Divulgação)

Mel Gibson, Mark Wahlberg, John Lithgow e Will Ferrell em 'Pai em dose dupla 2' (Foto: Divulgação)

'Pai em dose dupla 2'

“Pai em dose dupla 2” teve performance no topo das mais recentes estimativas e está encerrando com cerca de 23% menos que os US$ 38,7 milhões obtidos na estreia original em 2015.

Mark Wahlberg e Will Ferrell estão reprisando seus papeis como pais que estão criando em conjunto os filhos do personagem de Wahlberg e têm dificuldades em lidar com seus pais, vividos por Mel Gibson e John Lithgow, que chegam para as festas de fim de ano. O filme teve um orçamento de US$ 70 milhões.

“O assassinato no Expresso do Oriente” também teve um lançamento acima das expectativas. Kenneth Branagh interpreta o detetive Hercule Poirot, na mais recente adaptação da história escrita por Agatha Christie, sobre um assassinato misterioso em um trem de luxo nos anos 1930.

O elenco é estrelado por Johnny Depp, Josh Gad, Michelle Pfeiffer, Penelope Cruz, Willem Dafoe, Leslie Odom Jr, de Hamilton, e Daisy Ridley, de “Star Wars: O despertar da Força”.

 

 

 

PUBLICIDADE
Saúde e Bem Estar Diminua as marcas de celulite usando borra ou pó de café
Ecologia Será que só os humanos perderam o sentido de amor?
Variedades Como encher balões em casa sem gás hélio
Variedades Saiba o que fazer para deixar seus copos brilhando após o uso
Variedades 15 fotoflagrantes incríveis
Variedades Magnum 44
Turismo Maravilhosa Ponte de Oresund, com rodovia e ferrovia, submerge no mar
Variedades Dezoito esculturas na areia que são verdadeiras obras de arte
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE