Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

EDUCAÇÃO

MEC aprova a Faculdade do Cooperativismo de MT

 
 -
A notícia de que o CNE - Conselho Nacional de Educação do Ministério da Educação aprovou por unanimidade da criação da Faculdade do Cooperativismo de Mato Grosso – I.COOP, no dia 04 de outubro, em Brasília (DF), emocionou toda equipe da Organização das Cooperativas Brasileiras de Mato Grosso – Sistema OCB/MT. O I.COOPserá a terceira faculdade voltada para o cooperativismo no Brasil, sendo a primeira do Rio Grande do Sul, a ESCOOP, e a segunda, a Faculdade da Unimed em Minas Gerais.  A notícia da aprovação ganhou força após receber durante todas as avalições no processo de aprovação, a nota 4 do MEC, sendo 05 a nota máxima, um Conceito Institucional de excelentes instituições que atuam no ensino superior, como a Fundação Getúlio Vargas – FGV. Agora só falta a publicação da Portaria, que deve acontecer até o final de 2017.

O presidente do Sistema OCB/MT, Onofre Cezário de Souza Filho, avalia que "não são só as cooperativas de Mato Grosso que ganham com a aprovação do I.Coop, mas as de todo país". Cezário pondera que "o Brasil é um país que tem uma educação muito deficitária, não só culpa do gestor público, mas também temos o problema cultural. Esta é a nossa realidade, diferente dos países da Europa, por exemplo. A nossa faculdade foi pensado como estratégia para o negócio das nossas cooperativas e já começamos com parceiros dentro e fora do Brasil".

O superintendente Adair Mazzotti fala com emoção que "estamos absorvendo o impacto da noticia. Isso nos trás com clareza a magnitude da responsabilidade que temos e do desafio acima de tudo de implantar a Faculdade. Um desafio de criar um modelo de educação com conteúdos adaptados à nossa necessidade. Evitar em buscar produtos prontos, que nem sempre são adequados para as cooperativas. Temos ainda muitos conflitos de entendimento sobre o que fazer nas cooperativas, como tratar determinados serviços ou ações de prestação de serviços, ou mesmo tecnologias que são empregadas em apoio à produção de bens ou serviços dos sócios, exatamente porque nós compramos de terceiros, que não conhecem a sociedade cooperativa. Nosso propósito é colocar nossas cooperativas em um patamar de conhecimento com capacidade para competir no mundo". 

A votação unanime do Conselho do MEC foi o desfecho da construção de um sonho de mais de 15 anos, que passou a se tornar realidade no dia 30 de abril de 2015, quando sua criação foi aprovada também por unanimidade, durante a AGO – Assembleia Geral Ordinária do Sistema OCB/MT. Depois disso, só boas noticias. No mês de novembro de 2016 o processo de criação do I.COOP – Faculdade do Cooperativismo, encerrou a etapa de avaliação pelo Ministério da Educação – MEC, com louvor.

Após avaliação pela SERES – Secretaria de Regulação do Ensino Superior – postado no sistema E-Mec em setembro de 2015, o processo de credenciamento da Instituição de Ensino Superior e de Autorização do Curso inicial foram encaminhados ao INEP -  Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - para receberem avaliação presencial.

Em junho de 2016, o I.COOP recebeu a primeira vistoria in loco de dois professores avaliadores do projeto do curso inicial “Curso Superior Tecnológico em Gestão Cooperativa“, onde foram avaliados o Corpo Docente da Instituição, Projeto Pedagógico e Bibliografia do Curso. O processo de Autorização do Curso recebeu nota 4 (do máximo 5) pelos avaliadores.

Em novembro de 2016, a Faculdade do Cooperativismo recebeu a segunda vistoria in loco de três professores do INEP com o objetivo de avaliarem o processo de Credenciamento da Instituição. A equipe designada analisou o Regimento da Faculdade, o Plano de Desenvolvimento Institucional, e as instalações físicas da Faculdade e demais planos e projetos complementares. O projeto de Credenciamento também recebeu nota 4 (do máximo 5) do SINAES.

"Após mais de dois anos do processo iniciado no Ministério de Educação, finalmente o Conselho Nacional de Educação, composto por 12 conselheiros que representam várias instituições do país, aprovou o processo por unanimidade", comemora a Assessora Estratégica do Sistema OCB/MT e diretora do I.Coop, Janete Carmen Dalabarba. Ela pontua que agora é aguardar a publicação da Portaria do MEC e "já teremos condições de brevemente iniciar os trabalhos da nossa Faculdade com a finalização da equipe, da elaboração dos projetos e na ampliação dos mantenedores da Faculdade. Enfim, temos que ressaltar que vivemos um momento extremamente importante para a educação cooperativista no Estado de Mato Grosso", conclui Janete Dalabarba.

A Faculdade do Cooperativismo em Mato Grosso vai funcionar na sede do Sistema OCB/MT, em Cuiabá. A estrutura física já foi montada e o primeiro curso deve ser realizado ainda no primeiro semestre de 2018.


Da Assessoria


 

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Variedades Já viu como funciona uma fechadura por dentro?
Comportamento Tem medo do fracasso? Você tem que ler estas dicas
Variedades Magnum 44
Comportamento Padrões de beleza feminina em 15 diferentes países. Brasileiros são mais exigentes.
Saúde e Bem Estar As mulheres amam sapatos, mas que cuidados devemos ter ao escolhê-los?
Política Os venezuelanos merecem Maduro como presidente?
Saúde e Bem Estar Fumar ajuda perder peso? Veja como esse mito deixou doente milhões de adolescentes no mundo
Música Ariana Grande desmente calvicie exibindo cabelos crespos