Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Prefeitura de São Paulo vai distribuir biscoitos para população carente

 
 A prefeitura da capital paulista vai distribuir biscoitos feitos de farinata à população com carências nutricionais no município. Esse tipo de alimento é produzido com ingredientes com data de validade próxima do vencimento ou fora do padrão de comercialização. Segundo a administração municipal, o produto tem qualidade nutricional e segurança de consumo garantidos.

A produção do biscoito será feita em parceria entre a Prefeitura e o Instituto Plataforma Sinergia, que se dedica a doar produtos de farinata às populações que se enquadram nos diversos graus de insegurança alimentar ou atingidas por catástrofes naturais ou humanitárias. De acordo com o instituto, a farinata possui no mínimo dois anos de vida útil e preserva todas as propriedades nutricionais originais.

Segundo a prefeitura, a produção e distribuição do biscoito – batizado de “allimento” – faz parte do o projeto Alimento para Todos, que segue as normas do Projeto de Lei número 550 de 2016, do vereador Gilberto Natalini (PV), que institui a Política Municipal de Erradicação da Fome e de Promoção da Função Social dos Alimentos. 

“A força da iniciativa destes vereadores origina este programa, num momento histórico para a cidade e, permito-me dizer, para vida de nosso país”, disse o prefeito João Doria no lançamento do projeto. A prefeitura espera que a nova lei sancionada passe a ser referência para os demais municípios brasileiros.

 

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Celulares Smartphone Red Hydrogen integrará holografia e estereoscopia
Ciência Construa passo-a-passo sua própria bobina de Tesla
Comportamento 8 segredos da linguagem corporal que usam todas as pessoas bem sucedidas. A 6ª é essencial.
Turismo Coisas que não são permitidas na Arábia Saudita: cinemas, gatos, mulheres dirigindo...
Turismo Maravilhosa Ponte de Oresund, com rodovia e ferrovia, submerge no mar
Variedades Super Heróis em situações inusitadas
Artes Anúncios publicitários feitos por gênios
Ecologia Será que só os humanos perderam o sentido de amor?