Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Diário do Pará promove Festival Gastronômico em restaurantes consagrados de Belém

 
 - O troféu Estrela Azul foi criado para premiar os melhores restaurantes da capital  Foto: Pedro Guerreiro
O troféu Estrela Azul foi criado para premiar os melhores restaurantes da capital Foto: Pedro Guerreiro

No Período de 19 de outubro a 12 de novembro, Belém vai receber o primeiro Festival Gastronômico Estrela Azul, promovido pelo Projeto Passaporte Belém – O Melhor da Gastronomia, do Jornal DIÁRIO DO PARÁ. Serão 25 dias em que todos vão poder se deliciar com o cardápio exclusivo do festival, composto por Entrada, Prato Principal e Sobremesa em restaurantes consagrados, ao preço único de R$ 49,90. 

O evento foi pensado para valorizar a gastronomia paraense e soma às iniciativas do DIÁRIO para promover a cozinha e os profissionais locais. O Festival faz parte de uma sequência de produtos que o Grupo RBA produz para incentivar a gastronomia paraense. Principalmente pela iniciativa do projeto Passaporte Belém, criado em 2014. 

De lá para cá, o grupo reúne e divulga o que há de melhor para fazer e comer em Belém. Em cinco fascículos lançados a cada ano, o leitor pôde conhecer os restaurantes mais renomados e os pratos mais pedidos de cada um. Em seguida, a cada edição o conjunto dos suplementos é transformado em guia de bolso, para se ter sempre à mão. 

Objetivos

Na edição mais recente, o Passaporte Belém inovou ao realizar o prêmio O Melhor da Gastronomia, que conferiu aos melhores restaurantes de cada categoria o troféu Estrela Azul. O diretor-presidente do DIÁRIO, Jader Filho, ressalta que o grupo RBA assumiu o papel de valorizar a gastronomia do Estado. Essa é mais uma das medidas para aproximar a população das riquezas que podemos na culinária local. “Temos dois objetivos principais: continuar o processo de defesa do segmento gastronômico e dar oportunidades às pessoas conhecerem os restaurantes em Belém”, afirma.

De acordo com a editora responsável pelo projeto Emiliana Costa, o Festival é uma novidade que reforça a posição do DIÁRIO como empresa de referência no apoio ao setor. “O grupo RBA, em especial o DIÁRIO, já se tornou referência no setor gastronômico, valorizando o potencial local, e agora inova com um festival onde todas as camadas sociais podem experimentar o melhor da gastronomia com um preço único e acessível”, destaca.

Parcerias com empresas fortalecem a iniciativa 

O projeto é realizado, desde o início, em parceria com patrocinadores fundamentais. Um deles é a empresa de telecomunicações Claro, que apoia o Passaporte Belém desde a 1ª edição, em 2014. Para o diretor de marketing da empresa Jaime Monteiro, fazer parte do festival combina com a missão da Claro em conectar pessoas. “A Claro participa, pois é um projeto que fomenta a cultura do Estado e promove a integração, principalmente por ter a participação de grandes chefs do cenário gastronômico”, acredita o diretor.

O Boulevard Shopping também segue a união desde 2014. Para a gerente de marketing do shopping, Glenda Abdon, o Festival é uma oportunidade de divulgar a força paraense e de valorizar os nossos talentos, não apenas com os chefs, mas também com o empreendedorismo local. “Esperamos que o festival agrade as pessoas, que são o foco principal de qualquer empresa para que, assim, elas continuem procurando as novidades gastronômicas que são oferecidas por nós e em Belém”, declara.

Festival

Como vai funcionar

21 restaurantes renomados de Belém participarão do Festival Gastronômico (Confira a lista abaixo)

Cada restaurante possuirá um cardápio especial preparado pelo chef para o Festival. No entanto, o preço para todos será único: R$ 49,90, incluindo Entrada, Prato Principal e Sobremesa. 

É uma chance de todos conhecerem os melhores restaurantes da capital e se deliciarem com os mais diversos pratos a um preço único e acessível.

PUBLICIDADE
Variedades Porque os pilotos diminuem as luzes antes da decolagem?
Ecologia Será que só os humanos perderam o sentido de amor?
Música Nevermind, as curiosidades deste disco histórico do Nirvana
Saúde e Bem Estar Coisas que você não podemos emprestar de e para outras pessoas
Ciência Sua fala pode demonstrar o quanto é inteligente
Variedades Magnum 44
Ciência 2037, ano do apocalipse do chocolate, que pode desaparecer.
Variedades 18 coisas que só sabem quem tem irmãos
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE