Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Bombeiros alertam banhistas em São Luís para risco das caravelas

Em casos mais graves podem ocorrer calafrios, febre, náusea, vômito e choque após o contato da caravela com a pele das pessoas.

 
 -  Caravelas trazem perigo de queimadura na pele a banhistas em São Luís  Foto: Reprodução/TV Mirante
Caravelas trazem perigo de queimadura na pele a banhistas em São Luís Foto: Reprodução/TV Mirante

Elas chamam a atenção pela cor, mas podem ser perigosas para os banhistas. É que dos tentáculos das caravelas são liberadas toxinas de defesa, que em contato com a nossa pele causam irritação e sensação de queimadura. Em casos mais graves podem ocorrer calafrios, febre, náusea, vômito e choque.

Os ventos fortes e a temperatura da água formam uma combinação ideal para o surgimento das caravelas. O período de reprodução delas se estende até novembro, por isso, agora, pela praia, todo cuidado é pouco. Quando a maré está enchendo deve ser o momento de maior atenção do banhista.

Alguns turistas já passaram por situação ruim. A Márcia é de Brasília e está aproveitar as férias em São Luís.

“Em uma praia em João Pessoa (PB) eu tive essa surpresa horrível e irritou minha pele, mas o vinagre resolveu”, disse a bancária Márcia Matias.

Segundo o Corpo De Bombeiros, em 2014, 68 pessoas tiveram contato com a caravela e tiveram a chamada queimadura biológica. Em 2015, foram 39. Em 2016, 21 casos. Os números diminuíram ao longo dos anos por causa da conscientização.

Caravelas trazem perigo de queimadura na pele a banhistas em São Luís (Foto: Reprodução/TV Mirante) Caravelas trazem perigo de queimadura na pele a banhistas em São Luís (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Caravelas trazem perigo de queimadura na pele a banhistas em São Luís (Foto: Reprodução/TV Mirante)

O ideal é evitar qualquer contato, mas se acontecer, os bombeiros militares passam orientações aos banhistas.

“É bom logo sair do mar com segurança. Em seguida, lavar a área atingida com vinagre por cerca de dez minutos. Em seguida, é bom tentar remover os tentáculos que vão ficar presos ao corpo. A remoção pode ser feita com um palito, uma luva, um saco, mas não pegar com a mão sem proteção. O terceiro passo é procurar o Corpo de Bombeiros”, disse o tenente do Corpo de Bombeiros, Kleyton Martins.

Os bombeiros têm postos instalados nas praias da Região Metropolitana de São Luís e costumam fazer rondas para atender estas e outras ocorrências.

 

 

 

PUBLICIDADE
Política Os venezuelanos merecem Maduro como presidente?
Variedades Teste de atenção, encontre a letra A
Saúde e Bem Estar Você pode se livrar de micróbios em sua escova de dentes, e só precisa de um ingrediente
Mangás e Animes 15 frases de Homer Simpson que demonstram sua sabedoria
Variedades Como combinar sua bolsa com seus sapatos. Aprenda algumas regras de estilo!
Música Ariana Grande desmente calvicie exibindo cabelos crespos
Saúde e Bem Estar Como ter as mãos lindas e suaves em apenas 60 segundos
Comportamento Sem espaço em casa? veja essas ideias
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE