Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Com Rael, Elza Soares é ovacionada com verso '''me deixem cantar até o fim''' em show de MPB e rap

Cantora participou da ótima apresentação do rapper no Palco Sunset neste sábado 16 .

 
 -  Elza Soares e Rael durante show no Rock in Rio 2017  Foto: Fabio Tito/G1
Elza Soares e Rael durante show no Rock in Rio 2017 Foto: Fabio Tito/G1

Não rolou propriamente um "RaElza Soares", mas nem precisou. Mesmo sem nenhum momento com dueto marcante, Rael e Elza Soares fizeram um show bastante bom neste sábado (16) no Palco Sunset do Rock in Rio. A dupla substitiu o americano Charles Bradley, que cancelou a vinda ao Brasil porque com câncer no fígado.

Aos 80 anos, a artista participou apenas da segunda metade da apresentação. Ficou sentada (mas cantou bem) e estava "escoltada" por quatro fortões (se você reparasse bem, dava para vê-los dançando de leve).

Elza saiu ovacionada ao repetir várias o verso "me deixem cantar até o fim" na música "A mulher do fim do mundo", faixa-título do disco de mesmo nome, lançado em 2015 e em parte responsável por tornar a artista conhecida de fãs mais jovens.

O hip hop com banda (excelente) do rapper também agradou bastante. Nesta parte final, Elza cantou somente quatro músicas, todas com versos fortes e muito bem recebidas.

Entrou em cena com o verso "A carne mais barata do mercado é a carne negra", de "A carne (negra)".

Na sequência, pediu barulho ao público (não é que a plateia estivesse vazia, mas este show merecia ter sido visto por mais gente).

Veio, então, "Hoje é dia de festa", com Rael na guitarra acústica. Terminada esta, veio um recado: "Eu quero gritos! Água mole em pedra dura tanto bate até que fura". O breve discurso não parecia ter qualquer destino específico, mas o público puxou grito de "Fora, Temer" por cerca de 30 segundos.

Em "Maria de Vila Matilde", do álbum "A mulher do fim do mundo" (2015), Elza canta: "cê vai se arrepender de levantar a mão pra mim". Outro grande momento.

Antes de ir embora, ela recebeu ajuda para ficar de pé em cima de sua plataforma. Despediu-se sob gritos de "Elza! Elza!".

Na parte que coube a Rael, ele apostou (certo) na banda (entrosada e pesada), que tinha guitarra, baixo (palmas para ele), bateria, teclado, metais e DJ. Teve coro em faixas como "Rouxinol", "O hip hop é F...", "Nada mais / Ela me faz" e uma versão de "My girl" (Rael canta bem).

Depois de "Envolvidão", a mais bem recebida de todas, quando já começava a demorar para Elza aparecer, Rael finalmente a anunciou. Antes, uma gentileza: "Não só eu fiquei envolvidão por essa senhora. O Brasil inteiro ficou". O povo no palco Sunset também.

Rael canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1) Rael canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1)

Rael canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1)

Elza Soares canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1) Elza Soares canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1)

Elza Soares canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1)

  • Elza Soares

 

 

 

PUBLICIDADE
Turismo Vila construída embaixo de uma rocha
Comportamento Veja como os padrões masculinos mudaram ao longo dos últimos 100 anos
Ecologia Conheça as incríveis formigas Pote-de-Mel
Turismo Maravilhosa Ponte de Oresund, com rodovia e ferrovia, submerge no mar
Comportamento Como você sabe se ele realmente é o homem certo para você?
Variedades Dezoito esculturas na areia que são verdadeiras obras de arte
Saúde e Bem Estar Truques de maquiagem que facilitarão sua vida
Comportamento O que você vê primeiro nesta imagem?
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE