Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Com Rael, Elza Soares é ovacionada com verso '''me deixem cantar até o fim''' em show de MPB e rap

Cantora participou da ótima apresentação do rapper no Palco Sunset neste sábado 16 .

 

Não rolou propriamente um "RaElza Soares", mas nem precisou. Mesmo sem nenhum momento com dueto marcante, Rael e Elza Soares fizeram um show bastante bom neste sábado (16) no Palco Sunset do Rock in Rio. A dupla substitiu o americano Charles Bradley, que cancelou a vinda ao Brasil porque com câncer no fígado.

Aos 80 anos, a artista participou apenas da segunda metade da apresentação. Ficou sentada (mas cantou bem) e estava "escoltada" por quatro fortões (se você reparasse bem, dava para vê-los dançando de leve).

Elza saiu ovacionada ao repetir várias o verso "me deixem cantar até o fim" na música "A mulher do fim do mundo", faixa-título do disco de mesmo nome, lançado em 2015 e em parte responsável por tornar a artista conhecida de fãs mais jovens.

O hip hop com banda (excelente) do rapper também agradou bastante. Nesta parte final, Elza cantou somente quatro músicas, todas com versos fortes e muito bem recebidas.

Entrou em cena com o verso "A carne mais barata do mercado é a carne negra", de "A carne (negra)".

Na sequência, pediu barulho ao público (não é que a plateia estivesse vazia, mas este show merecia ter sido visto por mais gente).

Veio, então, "Hoje é dia de festa", com Rael na guitarra acústica. Terminada esta, veio um recado: "Eu quero gritos! Água mole em pedra dura tanto bate até que fura". O breve discurso não parecia ter qualquer destino específico, mas o público puxou grito de "Fora, Temer" por cerca de 30 segundos.

Em "Maria de Vila Matilde", do álbum "A mulher do fim do mundo" (2015), Elza canta: "cê vai se arrepender de levantar a mão pra mim". Outro grande momento.

Antes de ir embora, ela recebeu ajuda para ficar de pé em cima de sua plataforma. Despediu-se sob gritos de "Elza! Elza!".

Na parte que coube a Rael, ele apostou (certo) na banda (entrosada e pesada), que tinha guitarra, baixo (palmas para ele), bateria, teclado, metais e DJ. Teve coro em faixas como "Rouxinol", "O hip hop é F...", "Nada mais / Ela me faz" e uma versão de "My girl" (Rael canta bem).

Depois de "Envolvidão", a mais bem recebida de todas, quando já começava a demorar para Elza aparecer, Rael finalmente a anunciou. Antes, uma gentileza: "Não só eu fiquei envolvidão por essa senhora. O Brasil inteiro ficou". O povo no palco Sunset também.

Rael canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1) Rael canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1)

Rael canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1)

Elza Soares canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1) Elza Soares canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1)

Elza Soares canta no Palco Sunset, no Rock in Rio 2017 (Foto: Fábio Tito/G1)

  • Elza Soares

 

 

 

 -  Elza Soares e Rael durante show no Rock in Rio 2017  Foto: Fabio Tito/G1
Elza Soares e Rael durante show no Rock in Rio 2017 Foto: Fabio Tito/G1
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Saúde e Bem Estar Alho: cure dores de dente, ouvido ou de cabeça com esse alimento
Variedades Magnum 44
Turismo Castelo Yester, as ruínas de uma contrução histórica envolta em misticidade
Artes Anúncios publicitários feitos por gênios
Celulares Novo Iphone deverá ter reconhecimento facial, lançamento previsto para 2018
Turismo Maravilhosa Ponte de Oresund, com rodovia e ferrovia, submerge no mar
Ecologia Meu Jardim: Vespas
Comportamento 7 sinais de que você está em um relacionamento tóxico