Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Ação pede resgate das vítimas de naufrágio no Rio Amazonas

 
 - Rebocador naufragou após colisão com um navio.  Foto: Divulgação
Rebocador naufragou após colisão com um navio. Foto: Divulgação

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) ajuizaram ação, na quarta-feira (13), na Justiça Federal em Santarém, com pedido de decisão para obrigar a União, o Estado do Pará e a empresa de transportes Bertolini a fazer o resgate dos desaparecidos no naufrágio ocorridoem agosto, em Óbidos.

O pedido é que o resgate de vítimas - a chamada salvatagem - seja feito com urgência, independentemente dos esforços que estão sendo feitos para realizar a reflutuação da embarcação. Até o ajuizamento da ação, segundo o MPPA, a Bertolini vinha divulgando que a reflutuação da embarcação e o resgate dos desaparecidos seriam feitos simultaneamente entre outubro e novembro. Mas, como destaca a ação, a salvatagem pode ser feita independentemente da reflutuação. 

PLANO

A ação também pede que a União e o Estado do Pará elaborem um plano emergencial que preveja alocação de profissionais e equipamentos habilitados para a realização de operações de assistência e salvamento neste tipo de acidente. O naufrágio do ebocador da Bertolini ocorreu em 2 de agosto, após colisão com outro navio no Rio Amazonas, perto de Óbidos. Nove tripulantes do rebocador continuam desaparecidos. 

A operação de salvatagem, segundo o MPPA, não foi realizada até o momento porque a Capitania Fluvial de Santarém e o Corpo de Bombeiros não dispõem de mergulhadores habilitados a trabalhar nas condições de profundidade, visibilidade e correnteza em que a embarcação se encontra no rio, nem dos equipamentos necessários, alertam o MPF e o MPPA. Essa situação viola as normas de direito marítimo, assim como as atribuições institucionais da Marinha e do Corpo de Bombeiros, criticam os membros do MP. “Não se pode gerar mais sofrimento às famílias das vítimas impondo-lhes que aguardem o longo processo de reflutuação da embarcação”, diz trecho da ação. 

PARA ENTENDER

A salvatagem é o conjunto de medidas de resgate marítimo e fluvial que demanda mergulhadores e equipamentos específicos para a localização das vítimas após um desastre. Já a reflutuação é a recuperação da embarcação afundada, e tem o objetivo de restaurar as condições e atividades originais da embarcação.

(Diário do Pará)

PUBLICIDADE
Turismo Mundo Subterrâneo: Um incrível reino descoberto depois de milhões de anos oculto
Saúde e Bem Estar Parada cardíaca durante o sexo: Quais são as chances em homens?
Saúde e Bem Estar Fumar ajuda perder peso? Veja como esse mito deixou doente milhões de adolescentes no mundo
Saúde e Bem Estar Livre-se de hematomas em apenas alguns minutos usando borra de café
Ecologia Será que só os humanos perderam o sentido de amor?
Ecologia Artista Sophie Gamand fotografa pit bulls com florais para mostrar seu lado suave e incentivar adoção
Ecologia Conheça as incríveis formigas Pote-de-Mel
Artes Anúncios publicitários feitos por gênios
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE