Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Fernanda Abreu faz show esvaziado para público morno estilo '''Rio 20 graus''' no Rock in Rio

Plateia do Palco Sunset cantou e dançou pouco, apesar dos hits Veneno da lata , Garota sangue bom , Baile da pesada e Kátia Flávia . Dançarinos e Dream Team do Passinho participaram.

 
 -  Fernanda Abreu no Rock in Rio 2017  Foto: Marcos Serra Lima/G1
Fernanda Abreu no Rock in Rio 2017 Foto: Marcos Serra Lima/G1

A temperatura na cidade nesta sexta-feira (15) até chegou perto de justificar o nome do hit "Rio 40 graus". Mas a temperada do público no show meio vazio de Fernanda Abreu no Palco Sunset justificou no máximo um lance "Rio 20 graus".

Com participação da Focus Cia de Dança e do Dream Team do Passinho, a apresentação foi mesmo bem dançante (em cima do palco). Da parte da plateia, faltou engajamento: o povo preferiu dançar e coreografar com moderação.

No meio da apresentação, que durou uma hora, a cantora emendou uma sequência de sucessos ("Veneno da lata", "Garota sangue bom", "Baile da pesada" e "Kátia Flávia, a Godiva do Irajá", com versos de "Garota de Ipanema"). Bom momento, mas incapaz de esquentar geral.

Com guitarra, baixo, bateria, teclado, percussão e "corpo de baile" onipresente, Fernanda Abreu mostrou disposição com versos em que os termos "Rio" e "carioca" aparecem com notável frequência.

Destaque para o momento em que, durante "Double love amor em dose dupla", a cantora abriu um espacate frontal no palco.

Ali mesmo, achou certo certo fazer "bicileta" acompanhada de dançarinas. No centro da roda, um músico ficou fazendo solo de "keytar" (aquele curioso instrumento que junta guitarra e teclado e que, por alguma dessas razões desconhecidas, fazia a cabeça das bandas dos anos 1980). Ao fundo, solo de guitarra. Aplausos.

Outra rara passagem com mais participação foi quando o povo do Dream Team do Passinho, que inicialmente apareceu sem camiseta, botou jaqueta para dançar uma versão de "Don't stop 'til get enough", de Michael Jackson.

No fim, Fernanda Abreu contou que é muito abordada na rua por gente que pede a ela que faça uma releitura tipo "Rio 50 graus". Os mais catastróficos sugerem até em "Rio 60 graus", segundo ela. Depois, o recado: "Vamos prestar atenção na mudança climática".

No público, vieram então alguns gritos de "Fora, Temer", que a cantora preferiu não comentar. Encerrou mesmo com "Rio 40 graus" e pediu: "faz barulho!". Não rolou.

O povo queria sair correndo para ver o show da Ivete, que lá longe abria o Palco Mundo cantando de "Imagine", de John Lennon, mãos dadas com Gisele Bündchen.

Fernanda Abreu no Rock in Rio 2017 (Foto: Marcos Serra Lima/G1) Fernanda Abreu no Rock in Rio 2017 (Foto: Marcos Serra Lima/G1)

Fernanda Abreu no Rock in Rio 2017 (Foto: Marcos Serra Lima/G1)

Público no show de Fernanda Abreu no Rock in Rio 2017 (Foto: Marcos Serra Lima/G1) Público no show de Fernanda Abreu no Rock in Rio 2017 (Foto: Marcos Serra Lima/G1)

Público no show de Fernanda Abreu no Rock in Rio 2017 (Foto: Marcos Serra Lima/G1)

 

 

 

PUBLICIDADE
Variedades Sete truques baratos que vão facilitar sua vida
Turismo Maravilhosa Ponte de Oresund, com rodovia e ferrovia, submerge no mar
Comportamento O que você vê primeiro nesta imagem?
Turismo Coisas que não são permitidas na Arábia Saudita: cinemas, gatos, mulheres dirigindo...
Saúde e Bem Estar Posições que o ajudarão a dormir mais rápido
Saúde e Bem Estar Barbear-se pode fazer bem a pele de mulheres
Variedades O que seu nariz diz sobre você?
Variedades Conheça 5 novos usos para Vodka, além de bebida
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE