Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Cosanpa anuncia obra de emergência para solucionar racionamento de água em Marabá

Companhia informou que vai instalar uma bomba no leito do rio Tocantins para abastecer cerca de 100 mil moradores que estão sendo afetados pela falta de água desde o dia 30 de agosto.

 

A Cosanpa informou, durante coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (15), que vai construir uma estrutura de captação de água bruta para abastecer dois bairros da cidade de Marabá, sudeste do Pará, que passa por racionamento de água desde o dia 30 de agosto. Segundo o presidente da companhia, Cláudio Conde, o prazo para a conclusão do serviço é de 15 dias.

O racionamento começou em 30 de agosto e foi provocado pelo baixo nível do rio Tocantins. Segundo informações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o nível dos reservatórios da Bacia do Tocantins está com apenas 20% de volume útil, com uma Energia Natural Afluente (ENA) de apena 42 % da média histórica do período.

Cerca de 100 mil moradores dos bairros Nova Marabá e Cidade Nova são afetados pela falta de água. A prefeitura Municipal de Marabá na tem usado carros-pipa para a distribuição de água nas folhas 17, 30 e 34 da Nova Marabá.

Segundo Conde, o monitoramento hidrológico feito diariamente pela Agência Nacional de Águas aponta que o nível do rio Tocantins vem baixando a uma média de dois centímetros a cada dia, o que tem inviabilizado o pleno funcionamento do sistema de captação existente na Estação de Tratamento de Água de Marabá.

“Essa já é considerada uma das piores estiagens pelas quais o rio Tocantins já passou, e preocupa ainda mais pelo fato de que há seis grandes hidrelétricas no seu percurso. A solução a ser adotada deverá servir não apenas para sanar a questão em caráter emergencial, mas também para prevenir situações semelhantes no futuro", completou.

A estrutura para captação de água bruta à margem do rio Tocantins terá apoio de duas bombas anfíbias instaladas sobre uma balsa, para garantir o abastecimento da Estação de Tratamento de Água da Nova Marabá. Os equipamentos já estão sendo transportados de balsa para o município e serão montados e postos em funcionamento em um prazo máximo de 15 dias.

“Para montar essa estrutura de captação, vamos construir uma plataforma de concreto em uma das margens do Tocantins e instalar as duas bombas acopladas a uma tubulação que alcance o ponto mais profundo do rio, de maneira a lançar essa água direto para área de tratamento da estação”, explicou o diretor de Expansão e Tecnologia da Cosanpa, Fernando Martins, destacando que esse planejamento depende diretamente das condições hidrológicas.

Segundo a Cosanpa, todo o trabalho de montagem do novo sistema de captação de água será feito por uma empresa especializada, contratada pela Cosanpa, e por equipes da própria companhia que estão se deslocando para o município.

 

 

 

Veja mais:

PUBLICIDADE
Celulares Smartphone Red Hydrogen integrará holografia e estereoscopia
Comportamento Veja como os padrões masculinos mudaram ao longo dos últimos 100 anos
Saúde e Bem Estar Livre-se de hematomas em apenas alguns minutos usando borra de café
Variedades Mitos de que devemos parar de acreditar
Variedades Será possível descubrir o que revela sobre sua saúde e felicidade analisanado as linhas do pulso?
Saúde e Bem Estar Algumas razões para seu cabelo estar caindo
Variedades 18 coisas que só sabem quem tem irmãos
Educação Bolas gigantes encontradas na Bósnia divide opinião de cientistas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE