Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

MEIO AMBIENTE

Meio Ambiente e Bombeiros oficializam início de projeto Parankas 2017

 
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS) e o Corpo de Bombeiros de Sinop oficializam, nessa terça-feira (18), o início das atividades de Projeto Parankas 2017, voltado à educação, prevenção e combate às queimadas. O start à edição ocorre durante encontro programado para as 9h, na sede do 4º Batalhão de Bombeiro Militar, reunindo representes do Poder Executivo e da instituição.

Como parte integrante às ações do projeto Parankas, está a atuação de brigadistas contratados pela Prefeitura de Sinop. Neste ano, conforme planejamento conjunto entre Secretaria e Bombeiros, os profissionais estarão lotados em uma base montada no Parque Florestal. Um caminhão pipa para auxílio às ocorrências que demandarem, também, será empregado. Na sede do Batalhão de Bombeiros, também, haverá outro veículo pipa.

Conforme explica a secretária Luciane Bertinatto, Sinop contará, neste ano, com sete brigadistas (6 na cidade e um na Gleba Mercedes V). Eles começaram a trabalhar nessa segunda-feira (17). A equipe auxiliará os bombeiros no período considerado mais crítico da estiagem, entre os meses de julho a outubro

Apesar de não figurar não ranking dos municípios mato-grossense com maior número de focos de calor, Sinop também já sente os reflexos do tempo seco, do calor, considerados combustíveis ao fogo. Desde que o período de estiagem iniciou, uma série de queimadas em terrenos baldios e chácaras vêm sendo registrada pelo poder público municipal.

Como lembra Luciane Bertinatto, é neste instante que a consciência dos moradores também pode ajudar o poder público municipal, especialmente no que diz respeito à limpeza dos terrenos baldios e chácaras particulares.

Crime

Provocar queimadas urbanas em terrenos baldios é considerado crime, passível de infração. De acordo com a Lei Complementar 116/2015, queimada de até 100 metros quadrados em terrenos urbanos pode implicar em multa de R$ 193,50 ao dono do imóvel, mesmo não sendo ele o causador das chamas já que, no entendimento das autoridades municipais, ao não manter os espaços limpos, sem manutenção e pouco conservados criaram-se condições favoráveis ao fogo. Em espaços superiores a 100 metros o valor é calculado em R$ 1,93 para cada metro quadrado. Já nas chácaras e propriedades rurais passa dos R$ 1,9 mil (R$ 1.935) por hectare.

Conhecendo o Parankas

Veja, abaixo, quais são os objetivos do projeto Parankas:

Ampliar a eficiência da gestão pública pelos vários órgãos responsáveis no trato das queimadas no período de estiagem;

Sensibilização da população para a não realização de queimadas em áreas urbanas e rurais, visando à melhoria das condições de saúde e de qualidade de vida;

Dar maior agilidade às ações realizadas pelo Corpo de Bombeiros Militar, em atividades de apoio no combate inicial de queimadas;

Reduzir os problemas de ordem ambiental ocasionadas pelos resíduos tóxicos provenientes das queimadas;

Potencializar as ações desenvolvidas pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, informando à fiscalização sobre os focos de queimadas urbanas e rurais, e promovendo agilização das ações administrativas.

Serviço

Assunto: Início do Projeto Parankas - Prefeitura de Sinop e Corpo de Bombeiros

Data: 17.07 (terça-feira)

Horário: 09h

Onde: Sede do 4º Batalhão de Bombeiros. 


Da Assessoria


 

 

 

 -
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Ecologia Flor de jabuticaba
Comportamento Padrões de beleza feminina em 15 diferentes países. Brasileiros são mais exigentes.
Mangás e Animes 15 frases de Homer Simpson que demonstram sua sabedoria
Comportamento 8 segredos da linguagem corporal que usam todas as pessoas bem sucedidas. A 6ª é essencial.
Música Nevermind, as curiosidades deste disco histórico do Nirvana
Artes Imagens de trabalho de Andrew Hickinbottom
Variedades Como encher balões em casa sem gás hélio
Política Os venezuelanos merecem Maduro como presidente?