Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍTICA

Taques ameaça vender vagões do VLT se Justiça não homologar acordo

 
O governador Pedro Taques (PSDB) ameaçou vender os vagões do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) se os Ministério Público Federal e Estadual não mudarem o parecer contrário ao acordo para retomada das obras.

“Se o MPE e MPF entenderem que não vai ter VLT, vamos ter que vender os vagões e buscar outra alternativa”, afirma Taques. A afirmação do governador se deu por conta do parecer, emitido pelos órgãos fiscalizadores, contrário ao acordo que visa a retomada das obras do modal em Cuiabá e Várzea Grande.

Tanto o MPF quanto o MPE apontam que o governo do Estado e o Consórcio VLT não sanearam ou deram resposta adequada às irregularidades comprovadas na ação judicial para retomada das obras do VLT.

Taques diz que já houve uma reunião nesse final de semana entre o secretariado para discutir o assunto, mas pondera que uma nova licitação seria onerosa ao Estado.

“É interessante entender que esse acordo foi feito e estamos superando algumas fases. Precisamos entender que fazer outra licitação é muito mais caro, que será internacional. Tem a questão do prazo. Então, estamos economizando dinheiro do Estado”, diz.

Taques ainda lembra que quando foi decido pela compra do VLT, ele foi contrário à ideia. “Na época do VLT eu fui contra. E agora parece que o efeito bumerang inverteu. Agora queremos terminar o VLT e não podemos”, concluiu.


Gazeta Digital

 

 

 

 -
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tecnologia O curioso modo como é fabricado um processador
Variedades Já viu como funciona uma fechadura por dentro?
Turismo Castelo Yester, as ruínas de uma contrução histórica envolta em misticidade
Ecologia Impressionante: Formigas criam pulgões como humanos domesticam gado
Ecologia Formiga-Leão: Que monstro é esse?
Comportamento Quer impressionar uma garota? aqui vão algumas dicas
Comportamento Algumas dicas que irão ajudá-lo a gastar menos dinheiro quando fizer compras
Celulares Vídeos Youtube poderão ser abertos dentro do Whatsapp